Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Divulgação

Séries e TV

Artigo

Game of Thrones | Como surgiu o Rei da Noite

Saiba mais sobre o grande vilão de Westeros

Camila Sousa
02.05.2019
14h52
Atualizada em
03.05.2019
16h13
Atualizada em 03.05.2019 às 16h13

[Cuidado com spoilers abaixo]

Desde a primeira cena da primeira temporada, Game of Thrones deixou claro que Westeros tinha uma grande ameaça além da Muralha. Enquanto reis e rainhas lutavam para conquistar o Trono de Ferro, essa ameaça se intensificou e eventualmente ganhou um rosto, do Rei da Noite. Mas quem é esse grande vilão que ameaçava todos os seres vivos?

O personagem foi criado aproximadamente 10 mil anos antes da conquista dos Targaryen (por isso é improvável que ele faça parte desta família). Na época, os Primeiros Homens chegaram a Westeros quando o local tinha apenas os Filhos da Floresta. Tais criaturas se sentiram ameaçadas pelos homens, que chegaram tomando conta de tudo e destruindo a floresta, e buscaram uma forma de se proteger.

Então um grupo de Filhos da Floresta sequestrou um homem (provavelmente um dos Primeiros Homens) e colocou Vidro de Dragão dentro de seu coração, criando assim aquele que conhecemos como O Rei da Noite. Na época, a ideia das criaturas era criar uma arma para derrotar os homens, mas essa força saiu do controle e se tornou um exército de mortos, que agora queria acabar com todos os seres vivos, não apenas com os Primeiros Homens. A ameaça se tornou tão grande que os Filhos da Floresta fizeram uma aliança com os homens, para que as duas raças pudessem sobreviver. Eles venceram o conflito e os Caminhantes Brancos se retiraram com seu exército para as Terras de Sempre Inverno, um local muito além da Muralha e muito longe dos Sete Reinos.

Foto de Game of Thrones
Game of Thrones/HBO/Divulgação

Aliás, foi após essa vitória que Bran, o Construtor, com a ajuda de gigantes e dos Filhos da Floresta, construiu a famosa Muralha de Gelo para ter certeza de que o exército de mortos ficaria longe. Posteriormente os Primeiros Homens formaram também a Patrulha da Noite que, como o lema diz “são o escudo que protege o mundo dos homens”.

Vale ressaltar que nos livros das Crônicas de Gelo e Fogo não há exatamente um comandante dos Caminhantes Brancos chamado de Rei da Noite, e sim outro personagem com um nome bem parecido. O Night’s King (não Night King) foi um Lord Comandante da Patrulha da Noite que se apaixonou por uma mulher de pele branca e gelada, que seria parte do exército de mortos, e ao dormir com ela lhe entregou sua alma. Ele se auto declarou como “Rei da Noite” e foi para a Muralha comandar o local como se fosse seu. Ele foi derrotado pelo Rei do Norte da época, Brandon, o Transgressor, em parceria com Joramun, o Rei-Pra-Lá-da-Muralha.

Quando a série nomeou O Rei da Noite, fãs questionaram George R.R. Martin em seu blog se os dois personagens tinham alguma relação, mas ele negou, deixando claro que quem a série chama de Rei da Noite é outro personagem: “Quanto ao Rei da Noite (Night’s King é a forma que eu prefiro), nos livros ele é uma figura lendária, semelhante a Lann, o Esperto e Brandon, o Construtor, e não tem mais chances de ter sobrevivido aos dias atuais do que eles”. Com isso, fica claro que a figura lendária do Rei da Noite é diferente do Rei da Noite da série, que teve sua origem muito antes na linha do tempo de Westeros.

A temporada final de Game of Thrones é transmitida aos domingos pela HBO, às 22h. Os novos episódios também são disponibilizados semanalmente no serviço de streaming HBO Go.