Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Divulgação

Séries e TV

Lista

Game of Thrones | 11 paralelos feitos no último episódio da série

Capítulo final retomou momentos e cenas importantes de Westeros

Camila Sousa
20.05.2019
13h30
Atualizada em
20.05.2019
14h03
Atualizada em 20.05.2019 às 14h03

Game of Thrones terminou neste domingo (19) e várias cenas da série remetem a momentos do passado ou trazem elementos antigos de volta. Abaixo listamos 11 paralelos feitos no último episódio da série.

Abaixo reunimos todas as mortes da série, incluindo o episódio final.

Discurso aos dothraki

Ao final da 6ª temporada, Daenerys faz um grande discurso em cima de Drogon para conseguir unir todos os Khalasares em um só. Na época, ela pede a eles ajuda para queimar seus inimigos em suas armaduras de ferro e derrubar suas casas de pedra. Dany retoma tal discurso ao falar sobre a vitória em Porto Real.

“Amor é a morte do dever”

Quando está conversando com Tyrion, Jon repete a frase que o meistre Aemon lhe disse na quinta temporada: “o amor é a morte do dever”. Uma das partes mais interessantes disso é que Aemon era um Targaryen e foi uma fala sua que decidiu o destino de Daenerys.

Sala do Trono

Essa já era uma cena esperada, mas ainda assim foi interessante de ver em tela. Daenerys chega à Sala do Trono e ela está quase tão destruída quanto em sua visão na Casa dos Imortais.

Jon, Ygritte e Daenerys

Quando Jon mata Daenerys, há um paralelo com a cena em que ele segura Ygritte morta em seus braços. De certa forma, Jon viu a morte das duas mulheres que ele amou - sendo que uma ele mesmo precisou matar.

Regicidas

Há também outro paralelo na morte de Daenerys. A personagem é morta ao lado do Trono de Ferro, exatamente como aconteceu com seu pai, o Rei Louco. Dessa forma, Jon Snow praticamente se torna um regicida, como Jaime Lannister.

Penteado de Sansa

Sansa usou muitos penteados durante Game of Thrones, mas mudou particularmente de visual na primeira temporada, quando vai para Porto Real e começa a usar um penteado com tranças para os lados igual às mulheres da corte. Tal penteado é retomado na última  temporada, ainda que de forma um pouco diferente.

Jon Arryn e Edmure Tully

A série também traz de volta dois nomes sumidos há algum tempo. Edmure Tully, último herdeiro de sua casa e Lord das Terras Fluviais, e Robin Arryn, agora crescido, Lord o Vale e do Ninho da Águia.

Oeste de Westeros

Na sexta temporada, Arya fala para a Lady Crane que gostaria de saber o que existe a oeste de Westeros, local em que os mapas terminam. Ela retoma esse desejo no final da temporada e vai embora em um barco com o símbolo dos Stark.

Crônicas de Gelo e Fogo

Sam entrega a Tyrion um livro intitulado de A Song of Ice and Fire, mesmo nome das Crônicas de Gelo e Fogo em inglês. Com isso, há um paralelo claro de Sam ser a representação do autor George R.R. Martin no livros e série. Apesar disso, é importante ressaltar que Sam não diz que escreveu o livro. Segundo ele, o trabalho é do meistre Ebrose e fica implícito que ele apenas compilou o material.

The Children

Outra cena bem parecida retomada na última temporada, é a partida de Arya em um barco. No final da quarta temporada, a jovem olha esperançosa para o caminho à sua frente quando deixa Westeros e vai rumo à Essos. Visualmente, a cena é praticamente igual ao que é mostrado no episódio final.

Selvagens voltam

Por fim, a cena final de Game of Thrones também remete à primeira cena da primeira temporada. Lá no começo, Patrulheiros vão além da Muralha e encontram os mortos. Já aqui, Jon Snow vai com o Povo Livre indicando que agora há vida neste local.