Filmes

Artigo

Quem é Starro, o vilão “kaiju” de O Esquadrão Suicida

Antagonista clássico da Liga da Justiça faz a sua estreia no cinema!

Marcelo Hessel
26.03.2021
13h05
Atualizada em
26.03.2021
23h01
Atualizada em 26.03.2021 às 23h01

O novo trailer de O Esquadrão Suicida revela o que muita gente já especulava desde o DC Fandome no ano passado: Starro, o Conquistador Estelar, será uma ameaça no filme, provavelmente a principal delas - e certamente a maior. A equipe dirigida por Amanda Waller depara com o colosso púrpura enquanto realiza uma missão e tudo indica que o “kaiju” (como o personagem de Steve Agee o chama no trailer) será reservado para o clímax do filme de James Gunn.

Até que Starro demorou para aparecer em algum filme da DC, se considerarmos que o vilão foi o protagonista da primeiríssima HQ da Liga da Justiça, The Brave and the Bold #28, publicada na virada de 1959 para 1960. Naquela história, Aquaman nadava pelo Atlântico quando é alertado por peixes da aparição de uma misteriosa criatura alienígena, com o poder de transformar outros seres vivos à sua semelhança, uma estrela do mar gigante. Aquaman crê que isso pede uma reunião emergencial da Liga da Justiça - e a equipe é formada pela primeira vez.

A edição escrita por Gardner Fox e desenhada por Mike Sekowsky esboça os poderes pelos quais Starro ficaria conhecido nos anos seguintes, já como um dos principais antagonistas da Liga. Além da capacidade de se multiplicar assimilando outras criaturas, e de estraçalhar edifícios com seus tentáculos, Starro realiza sua invasão alienígena com poderes de controle mental, com os quais também absorve o conhecimento de suas vítimas. Na HQ de 1959, à medida em que são derrotadas ao redor do globo, as duplicatas de Starro transferem para o alien principal o conhecimento absorvido, como uma consciência coletiva, e o vilão chega a descobrir o ponto fraco do Lanterna Verde. Os tentáculos roxos e o olho no centro interno da estrela são, desde então, sua marca registrada.

A solução visual desenvolvida nas HQs para ilustrar o controle mental de Starro é digna dos melhores filmes B de invasão do espaço: uma pequena estrela do mar cobrindo o rosto das vítimas do Conquistador Estelar. Foi essa a pista encontrada no vídeo de bastidores de O Esquadrão Suicida divulgado no Fandome, e o filme deve seguir essa regra dos quadrinhos. As habilidades de Starro ainda incluem voar e disparar rajadas de energia; resta ver se James Gunn escolheu o pacote completo de poderes ou vai ficar apenas com a telepatia e o potencial kaiju de estragos.

Ao longo dos anos, em que fez aparições esporádicas nas HQs (depois de ser derrotado em 1959, Starro só voltaria numa história solo de Aquaman em 1977), definiu-se que a criatura vem de uma raça de colonizadores, que vivem milhões de anos e vagam pelo espaço a esmo, em busca de planetas para absorver. Embora pareça colossal nas HQs - e agora no cinema - Starro é relativamente pequeno para os padrões de sua raça, o que talvez indique uma idade jovem. Uma estrela do mar conquistadora pode alcançar 800km de diâmetro na vida adulta, como visto numa história da Liga escrita (não seria diferente) por Grant Morrison em 1998.

Existe a possibilidade de O Esquadrão Suicida recorrer a Starro sem, necessariamente, apresentá-lo como um conquistador do espaço. James Gunn já disse que se inspira no arco de histórias escritas por John Ostrander com o Esquadrão nos anos 1980, fundamentais para definir a dinâmica de missões do grupo. Se o filme estiver abordando uma missão para destruir o laboratório Jotunheim, então é possível que este Starro seja, na verdade, uma criação de experimentos de laboratório - saiba mais sobre Jotunheim.

 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.