Filmes

Lista

As piores adaptações de livros do cinema

Quando Hollywood deixa os leitores na mão com filmes decepcionantes

A cozinha
13.03.2021
20h00

Recentemente listamos as melhores adaptações de livros para o cinema, com nomes como O Senhor dos Anéis Jogos Vorazes conseguindo capturar tanto o público da literatura quanto das telonas. Há, porém, o outro lado da moeda, que é quando Hollywood pega best sellers e os transforma em filmes decepcionantes.

Confira no vídeo acima algumas das vezes que as adaptações de livros deixaram muito a desejar!

Divergente

Divergente
Divulgação

Eu não poderia começar com outro se não; Divergente, meu Deus do céu.

Vou confessar pra vocês que Divergente foi a primeira trilogia que eu li e fiquei completamente apaixonada pelo universo distópico, por mais que fosse um cenário triste. Assim como todos os fãs, fiquei super empolgada quando foi anunciado a adaptação. O primeiro filme não foi a coisa mais maravilhosa do mundo, mas ainda assim é fiel ao primeiro livro. A coisa começa a desandar mesmo no segundo com uma bendita caixa que só divergentes podem abrir, o objetivo? Nenhum. Até onde eu não entendo essa caixa e a coisa só foi piorando porque Convergente parece um star wars em marte (e deixando bem claro aqui que eu amo star wars) mas, foi feito uma forma que você só fica com um ponto de interrogação na cabeça.

As coisas começaram a piorar em Insurgente com aquela caixa, como eu disse, que ninguém sabe para que de onde surgiu e onde e é como se o roteiro, como não, na verdade o roteiro não se importa em consultar o livro para pegar detalhes e pegar pelo menos a essência, o que causou um resultado desastroso e foi só piorando com o terceiro filme. Os fãs realmente ficaram muito nervosos e obviamente não quiseram ir ao cinema assistir. Os filmes foram tão ruins que até hoje não temos uma conclusão. Tinham rumores sobre uma série sobre o livro, mas nada foi pra frente. Às vezes algumas coisas precisam deixar quietinhas mesmo.

Fallen

Fallen
Divulgação

Fallen é uma série de livros que conquistou fãs pelo mundo inteiro. Com sua temática de anjos e demônios e garota perdida, era algo que estava na “moda” na época.a série Hush Hush, Halo entre outras. 

Já digo que eu não sou fã dos livros e obviamente é pessoal, porque muitos gostam. Só que a adaptação não dá pra defender muito, até os fãs ficaram confusos com o filme.

A ambientação não é das melhores, o roteiro não ajuda os atores a terem química, é um filme que na maior parte do tempo nada acontece e quando acontece, não faz sentido. Fallen talvez funcionaria melhor como série, porque tem muitas coisas pra explorar. Seria legal ver a história nesse formato, porque poderiam expandir o universo que a Lauren criou que eu particularmente gosto, mas acho que não foi bem executado.

Percy Jackson

Percy Jackson
Divulgação

O polêmico Percy Jackson de Rick Riordan. 

A série infanto-juvenil é um sucesso e como tem muitos fãs que estavam esperando uma adaptação digna e fiel, se decepcionaram ao ver o que fizeram com a série favorita.

Rick Riordan é conhecido como um autor que explora bastante mitologia grega, nórdica e afins, tudo isso em uma narrativa leve e envolvente, na minha opinião, não seria tão difícil assim adaptar suas obras. O próprio Rick odeia os filmes e ele pede pelo amor dos Deuses para não passar nas escolas, pois não é um bom exemplo de ensinar sobre mitologia grega. 

E um fato é que o próprio autor alertou os produtores sobre as terríveis mudanças, como: percy ter 16 anos no filme, a sexualização dos personagens e o afastamento do público alvo. Quem leu o livro, sabe que o personagem tem 12 anos, é um infanto-juvenil, gente. Durante os livros, vemos os personagens crescer e acompanhamos suas trajetórias, não é difícil seguir essa linha, mas seguiram e deu no que deu, um belo desastre.

Mas, fiquem esperançosos, porque a Disney está produzindo uma nova série do menino Percy e tio Rick está animado com tudo porque ele também está envolvido. Vem aí demais.

INSTRUMENTOS MORTAIS

Shadowhunters (Netflix)
Divulgação

Fandom de Cassandra Clare sofre demais!

Quem aí é fã de fantasia, com certeza conhece Os Instrumentos Mortais. Teve sua primeira adaptação em 2013 com a Lilly Collins como protagonista. Confesso que eu assisti esse filme primeiro e depois fui ler o livro. Antes da leitura, eu tinha amado, mas depois foi só ladeira abaixo. Acho que tirando a Lily, os atores parecem mais velhos e como o filme foca muito muito no romance, não agradou tanto já que o livro é sobre todo esse universo de caçadores e demônios. 

Bom, com o filme não fazendo tanto sucesso, anos depois a Netflix decidiu adaptar uma das séries mais amadas na literatura, veio então Shadow Hunters.

Eu não digo aqui que a série é completamente odiada porque muitos gostam, acho que os que não tiveram contato com os livros principalmente, tanto que fizeram muito barulho quando a Netflix anunciou o cancelamento, realmente tem uma legião de fãs. A série foi cancelada em sua terceira temporada e agora não sabemos quando vamos ter mais uma adaptação de Instrumentos Mortais. O que você acha?

O HOBBIT

O Hobbit
Divulgação

Agora eu decidi colocar esse porque fiquei realmente chocada. 

Como vocês sabem, O Senhor dos Anéis é um clássico tanto na literatura quanto nas telinhas, ganhou vários Oscar, agrada a maioria dos fãs e quando eu perguntei sobre as piores adaptações me vem O HOBBIT. QUE

O Hobbit foi adaptado para os cinemas e teve o primeiro filme lançado em 2012. O primeiro filme agradou muito, mas a partir do segundo surgiram muitas criticas principalmente dos fãs do livro. Muitos falam que um filme só tava ótimo até porque o livro tem pouco mais de 300 páginas, outros falaram que os efeitos especiais não foram tão bons assim e que tem muitos furos de roteiro. Já os críticos ficaram divididos sobre o filme, mas não podemos negar que ele foi muito bem no cinema, teve uma boa bilheteria e deu aquele tom de nostalgia para os fãs.

Eu particularmente gosto dos filmes, me emociono com a Desolação de Smaug e reconheço que o livro é curto mesmo, mas levo para o lado de que Peter Jackson quis expandir o universo de O Hobbit. Mas, tudo bem, sempre vai ter quem ame e quem odeie algo, o bom mesmo é levar tudo na base do respeito.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.