Filmes

Artigo

Pantera Negra | Entenda as cenas pós-créditos do filme

Longa já está em cartaz no Brasil

Natália Bridi
15.02.2018
13h39
Atualizada em
17.02.2018
02h00
Atualizada em 17.02.2018 às 02h00

Pantera Negra é um dos filmes mais independentes do Universo Cinematográfico da Marvel, mas não abandona tradições do estúdio como as cenas pós-créditos. São dois trechos que continuam a história e preparam o público para Vingadores:Guerra Infinita.

Marvel Studios/Divulgação

[Cuidado com os spoilers!]

A primeira cena: Acompanhado por Nakia (Lupita Nyong'o), Okoye (Danai Gurira) e Ayo (Florence Kasumba), o rei T'Challa (Chadwick Boseman) faz um discurso na sede da ONU em um momento que havia sido vislumbrado nos trailers.

O que significa: Além de criticar abertamente a atual política norte-america - “em um momento de dificuldade, sábios criam pontes, tolos criam barreiras” -, a cena deixa claro que Wakanda não é mais uma nação secreta, dando continuidade aos planos de ajuda apresentados por T'Challa no final do filme. Essa abertura deve mostrar suas consequências já em Vingadores: Guerra Infinita, com Wakanda sendo um dos principais terrenos no embate contra as forças de Thanos. Além disso, a tecnologia desenvolvida por Shuri (Letitia Wright) será usada por Bucky Barnes (Sebastian Stan) e Capitão América (Chris Evans) e pode influenciar outros heróis, com a cientista assumindo o papel de Tony Stark (Robert Downey Jr.) nesse setor para uma nova geração da Marvel. A abertura de Wakanda também pode influenciar diretamente o “mundo civil” do Universo Cinematográfico da Marvel, uma vez que os avanços nos campos da medicina desenvolvidos no país e apresentados no filme (um ferimento de bala curado em questão de horas, por exemplo) cheguem a um grande público. A grande questão é o quanto Wakanda vai se abrir e qual será a reação da humanidade uma vez que a nação mais avançada do planeta mostre seus recursos.

A segunda cena: Em uma tenda, três crianças observam e brincam com alguma coisa. Bucky Barnes deixa o local, ainda sem o braço mecânico (perdido em Guerra Civil). Ele encontra Shuri, que pergunta: “Como se sente Sargento Barnes?”. Ele pede para ser chamado de Bucky, dando a entender que está completamente recuperado da lavagem cerebral sofrida no passado. “Venha, há muitas coisas que você precisa entender”, diz a princesa.

O que significa: A cena serve para explicar a ausência de Bucky durante todos os eventos de Pantera Negra, fazendo a ponte entre a cena pós-créditos de Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita. Shuri será responsável pela criação do seu novo braço mecânico e deve se tornar uma das suas aliadas no futuro do MCU.