Pânico VI

Créditos da imagem: Paramount Pictures/Divulgação

Filmes

Notícia

Melissa Barrera fala sobre sua demissão de Pânico 7

Atriz também agradeceu o apoio de Jenna Ortega

Omelete
2 min de leitura
24.01.2024, às 13H05.

Melissa Barrera está falando abertamente sobre sua demissão de Pânico 7 por mostrar apoio à Palestina em meio à crise humanitária na Faixa de Gaza. Em entrevista à Rolling Stone, a atriz comentou sobre a retaliação que sofreu do estúdio, que inclusive chegou a acusá-la de “distorcer o Holocáusto”. “Tudo o que aconteceu foi muito transparente, dos dois lados. Sei quem sou, e o que disse veio sempre de um lugar de amor, de humanidade, direitos humanos e de [prezar pela] liberdade para as pessoas , o que não deveria ser controverso.

Reforçando estar “em paz” com os desdobramentos em seu apoio ao povo palestino, Barrera também agradeceu o apoio de Jenna Ortega, que deixou a produção em protesto pela demissão da colega, afirmando que a atriz de Wandinha é “um ovo bom”. “Ela é uma boa pessoa e nós nos amamos. Ela apareceria para mim e eu apareceria para ela, não importa o que acontecesse.

Questionada sobre o fato de, com exceção de Susan Sarandon, a grande maioria dos artistas que sofreram retaliação por mostrar apoio à Palestina ser não-branca, Barrera disse apenas que “gostaria de saber. Gostaria de ter esta resposta”.

As saídas de Barrera e Ortega, protagonistas de Pânico IV, jogou o sétimo filme numa espiral de problemas, resultando também na saída do diretor Christopher Landon.

Agora sem diretor, Pânico VII está nos estágios iniciais de desenvolvimento e ainda não tem data de estreia definida.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.