Filmes

Notícia

Filmes com Carla Diaz sobre caso von Richthofen serão lançados no Prime Video

A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais dramatizam o crime de ângulos diferentes

Eduardo Pereira
19.08.2021
15h08
Atualizada em
20.08.2021
12h43
Atualizada em 20.08.2021 às 12h43

A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, filmes que dramatizam os assassinatos de Manfred Albert von Richthofen e Marísia von Richthofen pelas perspectivas dos assassinos Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos, serão lançados no Amazon Prime Video em 24 de setembro, ficando disponíveis no catálogo da plataforma para o Brasil e outros 240 países. Veja o trailer acima.

Protagonizados por Carla Diaz, como Suzane, e Leonardo Bittencourt, como Daniel, cada longa tem aproximadamente 80 minutos de duração e conta um ponto de vista diferente da história do casal de namorados. Os roteiros têm como base informações contidas nos autos do processo que terminou com a condenação dos dois pela morte dos pais de Suzane.

Segundo a equipe criativa do filme, a decisão de lançar duas produções foi a solução encontrada para que o material seja fiel ao que é narrado nos documentos. O plano inicial era que ambos os filmes fossem exibidos em sessões alternadas nas mesmas salas de cinema, o que foi descartado com a pandemia da covid-19.

A produção dos filmes não têm nenhuma relação com Suzane Von Richthofen Daniel Cravinhos e se baseia inteiramente nos depoimentos que estão nos autos do processo. Com isso, eles não receberam dinheiro da produção e não receberão nada após o lançamento.

A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais têm direção de Maurício Eça (Apneia e Carrossel) e roteiro assinado por Illana Casoy, criminóloga, escritora e maior especialista em serial killers do Brasil, juntamente com Raphael Montes, escritor brasileiro de literatura policial.

O elenco traz ainda Allan Souza Lima, Kauan Ceglio, Leonardo Medeiros, Vera Zimmermann, Augusto Madeira, Debora Duboc, Marcelo Várzea, Fernanda Viacava, Gabi Lopes e Taiguara Nazareth. Para o papel de Suzane, Carla Dias afirmou que se inspirou em produções como Laranja Mecânica e O Silêncio dos Inocentes em sua atuação.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.