Faye Dunaway se junta a Kevin Spacey em 1º filme após denúncias de assédio

Filmes

Notícia

Faye Dunaway se junta a Kevin Spacey em 1º filme após denúncias de assédio

The Man Who Drew God conta história de artista que é acusado falsamente de molestar uma criança

Caio Coletti
07.07.2021
11h50
Atualizada em
07.07.2021
12h45
Atualizada em 07.07.2021 às 12h45

Faye Dunaway vai contracenar com Kevin Spacey em The Man Who Drew God, o primeiro projeto do ator de House of Cards desde 2017, quando várias acusações de assédio e abuso sexual, inclusive contra menores de idade, foram levantadas contra ele.

Segundo a Variety, Dunaway vai interpretar uma velha amiga do protagonista, um artista cego vivido pelo diretor e roteirista do longa, Franco Nero (Django Livre). Durante a trama, o protagonista, que é capaz de adivinhar o rosto das pessoas e desenhá-los após ouvir suas vozes, é falsamente acusado de abuso infantil.

O papel de Dunaway quase foi para a esposa do cineasta, Vanessa Redgrave (Desejo e ReparaçãoCartas para Julieta), mas ela acabou se afastando do projeto após reação negativa nas redes sociais - embora os representantes do filme aleguem que, na verdade, a atriz de 84 anos "não está bem o bastante de saúde para viajar" para as gravações.

Já Dunaway, de 80 anos de idade, é dona de um Oscar por Rede de Mentiras (1976) e atuou em clássicos como Bonnie & Clyde (1967) e Chinatown (1974). Além dela, o elenco de The Man Who Drew God ainda conta com Robert Davi (Duro de Matar) e Stefania Rocca (O Talentoso Ripley), e ainda não tem previsão de estreia.

As denúncias

primeira denúncia de assédio contra Kevin Spacey partiu do ator Anthony Rapp, em outubro de 2017, sobre um evento ocorrrido quando ele tinha 14 anos. Na ocasião, o ator se desculpou e se declarou gay. Porém, desde então, novas denúncias surgiram, incluindo também oito membros da produção de House of Cards.

Desde o primeiro caso, o Old Vic - teatro em Londres que o ator comandou por 11 anos - recebeu queixas de mais de 20 homens que alegam ter sido assediados por Spacey

Em meio à repercussão dos casos, o Emmy cancelou uma homenagem que preparava para o ator e a produção da sexta temporada de House of Cards chegou a ser suspensa, enquanto a Netflix investigava as denúncias. Spacey foi então demitido do serviço de streaming, além de ser substituído no longa Todo o Dinheiro do Mundo.

Spacey nega todas as acusações contra ele.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.