James Gunn nos bastidores de Guardiões da Galáxia

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Esquadrão Suicida 2 | James Gunn elogia experiência de escrever a sequência

Cineasta comparou com a escrita do remake de Madrugada dos Mortos

Arthur Eloi
15.05.2019
13h59

Após um tempo em hiato, o cineasta James Gunn deu uma entrevista ao Deadline em que comenta a experiência de escrever Esquadrão Suicida 2 para a DC.

Falando sobre a reação à sua demissão, Gunn explicou que se afastou da internet para evitar a negatividade: "Passei a me concentrar na diversão. A sequência de Esquadrão Suicida, por exemplo, começou a fluir imediatamente. Não lembro de ter me divertido tanto escrevendo um roteiro desde Madrugada dos Mortos (2004). O processo todo filme foi assim", disse o cineasta.

O presidente do Walt Disney Studios Alan Horn, que havia decidido demitir o cineasta em julho com o resgate de tweets polêmicos antigos de Gunn, mudou de ideia depois de uma série de encontros com o diretor e o pedido de desculpas público dele.

James Gunn foi dispensado de Guardiões da Galáxia Vol. 3 quando dezenas de tweets dele de quase uma década atrás foram resgatados. Os posts faziam comentários ofensivos em tom de piada sobre assuntos delicados como pedofilia e estupro e foram trazidos à tona por membros da alt-right, o movimento conservador formado pelos supremacistas brancos norte-americanos.

O estúdio agiu rapidamente e removeu Gunn da direção da terceira parte da franquia, acreditando que os comentários, apesar de antigos, eram inaceitáveis e não estavam de acordo com a imagem pública da Disney. Gunn se desculpou pelos comentários, e, desde então,recebeu apoio de fãs e de todo o elenco de Guardiões da Galáxia.

As filmagens do filme devem começar em fevereiro de 2021.