John Boyega em protesto antirracista em Londres (via DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)

Créditos da imagem: Daniel Leal-Olivas/AFP

Filmes

Lista

Diretores fazem corrente para apoiar John Boyega após fala em protesto

Jordan Peele, Edgar Wright e outros cineastas fizeram corrente para demonstrar que trabalhariam com o ator após ele expressar incerteza

Arthur Eloi
03.06.2020
18h28

Participando de um protesto antirracista, o ator John Boyega - conhecido por viver Finn na franquia Star Wars - fez um discurso sobre a morte do segurança George Floyd e a brutalidade policial. Durante sua fala, Boyega afirmou que teme perder oportunidades por ter se posicionado, dizendo: "Eu estou falando isso do meu coração. Olha, eu não sei se terei uma carreira depois disso, mas f***-se”. Após o comentário começar a viralizar, vários diretores e criadores passaram a afirmar nas redes que adorariam trabalhar com o ator. Veja tudo na lista abaixo:

Matthew A. Cherry

Matthew A. Cherry, produtor de Infiltrado na Klan e do curta Hair Love (vencedor do Oscar 2020), foi o primeiro a se posicionar. “Eu trabalharia com John Boyega e peço que os outros criadores não-negros também afirmem que vão apoiá-lo.

Edgar Wright

Edgar Wright, conhecido por Scott Pilgrim, Baby Driver e a Trilogia Cornetto, apontou: “Já trabalhei com ele antes e faria novamente, sem pensar duas vezes. Muito orgulhoso do John hoje”. Wright foi produtor-executivo da comédia de ação Ataque ao Prédio, filme de 2011 dirigido por Joe Cornish que lançou a carreira de Boyega ao sucesso.

Charlie Brooker

Charlie Brooker, criador de Black Mirror, não escondeu ser fã do ator. “Eu me arrastaria por cacos de vidro apenas para ter a chance de John Boyega ler um dos meus roteiros.

Emily V. Gordon

Emily V. Gordon, a roteirista de Doentes de Amor, afirmou: “Seria um sonho escrever um papel para John Boyega. Já era, e nada muda isso.

JK Rowling

JK Rowling, a autora de Harry Pottere roteirista dos derivados Animais Fantásticos, também se juntou à corrente, dizendo: "Feliz em trabalhar com você a qualquer hora, John"

Jordan Peele

Jordan Peele, de Corra! e Nós, foi mais sucinto: “Pode contar com a gente, John”.

Em 25 de maio de 2020, o ex-segurança negro George Floyd, já sob custódia, foi sufocado até a morte por um policial e o assassinato foi filmado por pessoas em volta. A brutalidade da ação gerou uma onda de protestos ao redor dos EUA e diversas empresas do ramo do entretenimento repudiaram o racismo demonstrado pela polícia – saiba mais.