Chadwick Boseman

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

"Ele me ajudou a aceitar quem sou", diz cosplayer de Pantera Negra

Wellington Silva revela importância de Chadwick Boseman na sua vida em homenagem emocionante ao ator

Mariana Canhisares
29.08.2020
15h17
Atualizada em
29.08.2020
18h07
Atualizada em 29.08.2020 às 18h07

Diante da notícia da morte de Chadwick Boseman na última sexta-feira (28), o cosplayer Wellington Silva, famoso por se vestir como o Pantera Negra, prestou suas homenagens ao ator. Em depoimento emocionante dado ao Omelete, ele explicou como o personagem foi essencial para que ele pudesse se aceitar como é. Confira:

"O personagem tem uma importância muito grande para mim por conta da representatividade. Sofri racismo e bullying na época da escola, na adolescência, então eu cresci com a não aceitação de quem eu sou. Ler os quadrinhos e vivenciar toda essa história me ajudou a aceitar quem eu sou e quais são as minhas origens".

Boseman, que ficou conhecido por interpretar o personagens dos quadrinhos da Marvel nos cinemas, morreu aos 43 anos, vítima de um câncer de cólon. Lançado em 2018, Pantera Negra foi um dos maiores sucessos do estúdio, arrecadando mais de US$ 1,3 bilhão nas bilheterias.

Na pele de T'Challa, rei da nação fictícia de Wakanda, Boseman tornou-se símbolo do aumento da representatividade na cultura pop, popularizando gestos e expressões como "Wakanda Forever".