Capitã Marvel na EW

Créditos da imagem: Capitã Marvel/EW/Chuck Zlotnick/Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Artigo

Capitã Marvel | O que é a Starforce e como isso pode definir o filme

Grupo de elite kree pode ter motivos escondidos na adaptação

Marcelo Hessel
05.09.2018
15h31

Saíram nesta quarta-feira as primeiras imagens oficiais de Capitã Marvel, e com elas também algumas descrições da trama do próximo filme do Marvel Studios. Uma novidade - além do embate que já se sabia entre Carol Danvers, os krees e os skrulls nos anos 1990 - é a presença da equipe Starforce. No filme, que não segue uma fórmula consagrada de história de origem, Carol já é apresentada com seus poderes e aparece em cena combatendo no espaço ao lado de Jude Law como uma integrante dessa equipe de elite do exército kree.

O uniforme verde com que Carol aparecia nas primeiras fotos do set é a roupa usada pela Starforce. No filme, a Força ainda tem como integrantes Korath (Djimon Hounsou, que volta ao papel depois de Guardiões da Galáxia), Minn-Erva (Gemma Chan), Bron-Char (Rune Temte) e Att-Lass (Algenis Perez Soto). Jude Law lidera essa equipe, e desde sua contratação ele é associado ao papel de Mar-Vell, mas os realizadores não confirmaram se Law vai mesmo fazer o Capitão Marvel original - cujos poderes irradiam para Carol na origem consagrada da heroína nos quadrinhos. Inclusive é possível que Mar-Vell seja, no filme, outro personagem - inclusive do sexo feminino.

Nos quadrinhos, a Starforce foi criada em 1992 durante o crossover Operation: Galactic Storm, em que os Vingadores resolvem interferir na guerra entre os impérios Kree e Shi'ar (que faz parte dos direitos da Fox no cinema por ter surgido nos quadrinhos dos X-Men em 1976). Formada pela Inteligência Suprema kree para desequilibrar a guerra, a Starforce tinha entre seus integrantes alguns nomes que agora aparecem no filme, como Korath, Capitão Atlas (outro nome de Att-Lass) e Doutora Minerva. Quando a guerra acabou e o império Kree foi anexado pelos shi'ar, a Starforce terminou reaproveitada como a guarda imperial de Rapina, regente shi'ar.

Embora os nomes de alguns integrantes se repitam, porém, o filme da Capitã Marvel não entrará na guerra com os shi'ar. Provavelmente o longa usará a Starforce das telas mais como uma versão adaptada de outro grupo kree, a Legião Lunática, que foi apresentada pela primeira vez em 1974 na HQ do Capitão Marvel. Isso explicaria a presença de Bron-Char (integrante tradicional da Legião) e também a relação da Starforce com Ronan, o Acusador (visível na primeira foto oficial da Starforce), o vilão dos Guardiões que acreditava na pureza kree como uma missão messiânica. Nos quadrinhos, a Legião também é formada por krees que acreditavam na pureza e na hegemonia dos krees de pele azul. Entre seus objetivos estava derrubar a Inteligência Suprema e conspirar contra Mar-Vell, o grande herói da raça kree.

Isso pode significar, no filme, que Law realmente não interpreta Mar-Vell. Se a Starforce tiver no filme um papel mais próximo da Legião Lunática, é possível que vejamos Carol Danvers participar, enganada, de um complô contra o Capitão (ou Capitã...) Marvel original. Aliás, nos quadrinhos, a Legião opera no lado escuro da nossa Lua e faz experimentos com humanos (como aquele que criou o vilão Nitro, responsável pela morte de Mar-Vell). A primeira sinopse do filme diz que Carol descobre mais sobre sua origem depois que precisa voltar à Terra; estaria essa descoberta relacionada com a traição kree? Em algum momento Carol precisa se emancipar e inclusive trocar o uniforme verde da Starforce pelo vermelho e azul da Capitã...

Capitã Marvel estreia em 7 de março, no Brasil.