Blade: Marvel paralisa filme devido a greve dos roteiristas

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Blade: Marvel paralisa filme devido a greve dos roteiristas

Longa está previsto para sair em 6 de setembro de 2024

Omelete
3 min de leitura
05.05.2023, às 20H39.
Atualizada em 09.08.2023, ÀS 14H49

A greve dos roteiristas chegou à Marvel. Segundo uma matéria do The Hollywood Reporter, o estúdio paralisou a pré-produção de Blade, filme de vampiro estrelado por Mahershala Ali, sendo o primeiro projeto interrompido da Casa das Ideias.

O longa havia passado por uma baixa de diretor e roteirista, até Yann Demange (Lovecraft Country) ser chamado para dirigir. Recentemente, foi contratado Nic Pizzolatto, criador de True Detective, como o novo roteirista para reescrever a história em cima do rascunho de Michael Starrbury.

Por enquanto, não há uma previsão de quando a greve deve terminar, mas isso impactará os bolsos do estúdio. “Há um bilhão de dólares líquidos em custos de produção que estão expostos por causa da greve. Isso é certamente uma preocupação,” diz uma fonte envolvida com a lista de projetos da Marvel para o portal.

A Marvel tem outros projetos em andamento, como Capitão América: Nova Ordem Mundial e Agatha: Coven of Chaos que estão sendo filmados em Atlanta, enquanto a série Wonder Man está sendo gravada em Los Angeles.

A estreia de Blade está marcada para 6 de setembro de 2024. Por enquanto, não há uma atualização sobre uma nova data de lançamento

Entenda a greve

Na noite de ontem, dia 1, o WGA já havia ventilado a possibilidade de paralisação dos trabalhos ao emitir o seguinte comunicado: "As negociações entre o AMPTP (Alliance of Motion Picture and Television Producers) e o WGA foram concluídas sem acordo hoje". Segundo os roteiristas, a decisão foi tomada durante as negociações salariais da categoria com os principais conglomerados de entretenimento. Entre as principais queixas do grupo estão a dificuldade em receber remunerações com ajustes diante da inflação, a encomenda por séries de televisão com temporadas mais curtas e, principalmente, a falta de pagamento por ganhos residuais.

A greve envolve também uma questão de tecnologia, já que os roteiristas pedem pela regulamentação do uso de Inteligência Artificial em produções. Enquanto o sindicato pede legislação para que IA não possa ser usada para escrever ou adaptar qualquer material, a AMPTP pede reuniões anuais para discutir o avanço da tecnologia e seu uso no desenvolvimento de projetos. 

A WGA também teme que os estúdios gerem uma economia de pequenos empregos e que o trabalho dos profissionais do setor se torne "uma profissão freelancer". Por isso, hoje em dia, é comum ver roteiristas trabalhando em mais de uma série ao mesmo tempo. Entre os envolvidos nas negociações estão AppleNetflixAmazonDisneyWarner Bros. DiscoverySonyParamount e NBC Universal.

Fique ligado no Omelete para mais informações.

****

Ingressos à venda para a CCXP23, o maior festival de cultura pop do mundo. Compre agora!

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.