Jim Carrey em O Grinch

Créditos da imagem: O Grinch/Universal Pictures/Reprodução

Filmes

Lista

10 clássicos para assistir no Natal

Esqueceram de Mim, Felicidade Não se Compra, Duro de Matar e mais!

Fábio de Souza Gomes
25.12.2019
10h00
Atualizada em
10.12.2019
17h03
Atualizada em 10.12.2019 às 17h03

Algumas produções ambientadas no Natal fizeram história no cinema. Ao longo dos anos, foram produzidas comédias, dramas, animações e até um filme de ação que marcaram época com suas tramas natalinas e até hoje seguem adorados. Confira 10 clássicos para comemorar o feriado:

A Felicidade Não se Compra

Elenco de A Felicidade Não se Compra
A Felicidade Não se Compra/RKO Radio Pictures/Reprodução

O filme dirigido por Frank Capra foi lançado na década de 1940 e até hoje ganha paródias, versões e é homenageado em séries. No longa, George Bailey (James Stewart) está prestes a se matar quando é salvo por Clarence, um espírito que é candidato a anjo. Ao longo da história, Clarence (Henry Travers) mostra como Bailey é importante na vida de várias pessoas e o convence a dar mais uma chance para vida.

Simplesmente Amor

Andrew Lincoln em Simplesmente Amor
Simplesmente Amor/Universal Pictures/Reprodução

Lançado em 2003, o longa tem uma verdadeira legião de fãs. A produção mostra nove histórias de amor interligadas de alguma maneira e todas se misturam em algum momento, com o clímax acontecendo na noite de Natal. Dirigido por Richard Curtis, o filme conta com um elenco estrelar, isto é, Liam Neeson, Hugh Grant, Rowan Atkinson, Keira Knightley e Andrew Lincoln

Esqueceram de Mim

Macaulay Culkin, Joe Pesci e Daniel Stern em Esqueceram de Mim
Esqueceram de Mim/20th Century Fox/Reprodução

O primeiro filme se passa em Chicago, onde uma família inteira planeja passar o Natal em Paris. Porém, em meio às confusões de viagem um dos filhos (Macaulay Culkin), com apenas 8 anos, é esquecido em casa. Assim, o garoto se vê obrigado a se virar sozinho e a defender a casa de dois ladrões – vividos por Joe Pesci e Daniel Stern

Um Duende em Nova York

Will Ferrell e Faizon Love em Um Duende em Nova York
Um Duende em Nova York/New Line Cinema/Reprodução

Um Duende em Nova York mostra o Pólo Norte em crise após a constatação de que o espírito natalino está diminuindo. Inconformado, o maior de todos os duendes (literalmente, já que ele tem 2 metros de altura) decide ir até a civilização e tentar descobrir o que está errado. Porém, o ajudante do Bom Velhinho descobre que nunca foi um duende e que, na verdade, é um humano. Dividido, o ex-elfo decide salvar o Natal a começar procurando pelo seu pai, um magnata da indústria editorial.

O filme é um marco nos Estados Unidos, sedimentando Will Ferrell como uma estrela do cinema. Além disso, o filme arrecadou tanto dinheiro na bilheteria que o diretor Jon Favreau entrou na mira da Marvel - que decidiu lhe dar a oportunidade de dirigir seu primeiro grande projeto: Homem de Ferro. Quer dizer, se não fosse Um Duende em Nova York é possível que o Universo Marvel fosse bem diferente. 

Duro de Matar

Bruce Willis em Duro de Matar
Duro de Matar/20th Century Fox/Reprodução

O longa original foi lançado em 1988 e gerou mais cinco sequências, sendo a última, Duro de Matar: Um Bom Dia para Morrer, de 2013. Porém, nenhuma das sequências superou o clássico que transformou Bruce Willis em uma estrela. O filme conta com humor, ação e, também, Natal. Ele é tão icônico que constantemente é homenageado em séries como Brooklyn Nine-Nine, Friends e The Office

Férias Frustradas de Natal

Elenco de Férias Frustradas de Natal
Férias Frustradas de Natal/Warner Bros/Reprodução

O terceiro filme da franquia é tão bom! Com roteiro de ninguém menos que John Hughes, que esteve por trás de Clube dos Cinco e Curtindo a Vida Adoidado, o longa mostra como a problemática família funciona. Mais uma vez, Chevy Chase é a alma da produção e diverte com os surtos de Clark Griswold.

Meu Papai é Noel

Tim Allen em Meu Papai é Noel
Meu Papai é Noel/Walt Disney Pictures/Reprodução

Um publicitário acidentalmente mata o Papai Noel e, sem ter escolha, acaba assumindo o lugar do Bom Velhinho. Um dos maiores destaques do longa estrelado por Tim Allen é a transformação do protagonista no Papai Noel – ele começa a ganhar peso, barba e os cabelos começam a ficar brancos. O filme foi um sucesso na década de 1990 e ganhou mais duas sequências. Infelizmente, elas não conseguiram repetir a magia do primeiro.

O Grinch

Jim Carrey em O Grinch
O Grinch/Universal Pictures/Reprodução

O Dr. Seuss é um dos maiores escritores infantis dos Estados Unidos e seus livros seguem relevantes. Até os anos 2000, ninguém havia tentado criar uma versão live-action de seu trabalho e foi nessa época que começaram a fazer O Grinch. Para protagonizar chamaram ninguém menos que Jim Carrey que, mesmo cheio de maquiagem, conseguiu fazer suas caretas e marcou a infância de diversas pessoas ao redor do mundo em uma comédia divertida e tocante. 

Conto de Natal

Bill Murray e David Johansen em Os Fantasmas Contra Atacam
Os Fantasmas Contra-Atacam/Paramount Pictures/Reprodução

A obra de Charles Dickens conta com milhares de versões que vão desde as mais sombrias até animações divertidas. É praticamente impossível escolher a melhor. Por isso, nesta lista, vamos citar algumas, como a versão de 1951 (considerada por muitos a melhor de todas), estrelada por Alastair Sim, que equilibrar o humor e o drama ao longo da produção; Os Fantasmas Contra-Atacam, comédia com Bill Murray que leva o conto para os anos 1980; o especial da televisão de 1999 estrelado por Patrick Stewart que rendeu ao ator uma indicação ao Emmy; além das versões animadas do Mickey, do Pernalonga, dos Flinststones... um clássico que sempre será adaptado.

O Estranho Mundo de Jack

Cena de O Estranho Mundo de Jack
O Estranho Mundo de Jack/Touchstone Pictures/Reprodução

A mistura entre Halloween e Natal teve origem em um poema escrito por Tim Burton em 1982 e, apesar de muitos acreditarem que o cineasta é o responsável pela direção, na verdade ele contou com Henry Selick na cadeira do diretor. No longa, Jack é um ser cansado de Halloween Town. Um dia, ele acaba em Christmas Town e acha ela fascinante. Mesmo sem entender completamente o espírito, ele tenta criar sua própria versão do Natal. Um clássico, a animação em stop-motion segue interessante.