Tom Hardy em Mad Max: Estrada da Fúria (Reprodução)

Créditos da imagem: Tom Hardy em Mad Max: Estrada da Fúria (Reprodução)

Filmes

Artigo

Saiba como Max aparece em Furiosa e se teremos mais filmes de Mad Max no futuro

Em Cannes, George Miller reafirmou que já tem novas histórias para contar no universo

Omelete
3 min de leitura
23.05.2024, às 10H10.

ATENÇÃO: Spoilers de Furiosa: Uma Saga Mad Max a seguir!

Algumas semanas atrás, George Miller contou que Max, o personagem principal da franquia Mad Max desde sua concepção, em 1979, faria uma “participação rápida e bem-humorada” no novo filme da série, Furiosa. O Omelete assistiu ao filme hoje (16), no Festival de Cannes 2024, e traz detalhes dessa participação especial.

O personagem aparece no terceiro ato do filme, quando Furiosa (Anya Taylor-Joy) está voltando para a Citadela para avisar Immortan Joe (Lachy Hulme) sobre os planos traiçoeiros do seu inimigo Dementus (Chris Hemsworth). Enquanto ela caminha pelo deserto, cambaleante, vemos Max de costas, encostado em seu carro e - aparentemente - aproveitando um almoço enlatado. O personagem não fala, e não se envolve com a história, embora indique enxergar Furiosa ao longe.

É uma cena simples e bem-humorada, como prometido, mas que também indica a possibilidade de um futuro filme sobre a vida de Max antes de Estrada da Fúria. Miller, que já tinha dado sinal de sua vontade de realizar este projeto em entrevistas anteriores, reafirmou na coletiva do filme em Cannes, também acompanhada pelo Omelete, que quer fazer mais um filme de Mad Max.

Certamente ainda existem histórias para contar neste universo. Isso é especialmente verdadeiro porque já escrevemos algumas dessas histórias. Quando estávamos fazendo Estrada da Fúria, escrevemos toda a história pregressa de Furiosa, que se transformou nesse filme, e a de Max, que ainda não fizemos”, comentou. “Aquilo serviu como uma ferramenta para o elenco e para a equipe, então ainda há a possibilidade de contarmos a história de Max algum dia. Mas estamos esperando para ver como este filme vai ser recebido antes”.

Uma coisa é certa: se o filme sobre o passado de Max um dia se concretizar, ele continuará a tendência da franquia de reinventar seu tom e seu estilo com cada novo capítulo. “Acho que, se você só fica se repetindo, perde o apetite pelo seu trabalho”, confessou Miller na coletiva. “Eu nunca achei que faria dois filmes de Mad Max, imagine cinco! Eu fico me perguntando se sou louco ou algo assim, mas também sei que sou movido pela curiosidade, pela vontade de aprende.  É claro que a história é o que me move, mas as diferenças que existem entre os filmes de Mad Max estão lá porque tenho vontade de explorar novas possibilidades”.

O Festival de Cannes 2024 acontece entre 14 e 25 de maio, exibindo filmes aguardados como Furiosa: Uma Saga Mad Max e Megalopolis, de Francis Ford Coppola, entre muitos outros. Fique de olho no Omelete para a cobertura completa.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.