Gal Gadot como Mulher-Maravilha em Liga da Justiça

Créditos da imagem: Warner Bros/Divulgação

Filmes

Notícia

Gal Gadot e Ben Affleck se juntam ao coro e pedem pelo SnyderCut

Zack Snyder agradece apoio: "essa amazona não pode estar errada"

Mariana Canhisares
17.11.2019
20h08
Atualizada em
18.11.2019
23h49
Atualizada em 18.11.2019 às 23h49

Liga da Justiça foi lançado há dois anos, mas os fãs não abandonam o movimento pedindo pelo corte do diretor Zack Snyder. Quer dizer, não só os fãs. A atriz Gal Gadot se juntou ao coro neste domingo (17), compartilhando uma foto dela no set e usando a hashtag #ReleaseTheSnyderCut ("liberem o corte do Snyder", em português). Veja:

Ver essa foto no Instagram

#ReleaseTheSnyderCut

Uma publicação compartilhada por Gal Gadot (@gal_gadot) em

Snyder, por sua vez, celebrou o apoio, dizendo "essa amazona não pode estar errada":

Na sequência, Ben Affleck, o Batman da Era Snyder, também se manifestou de modo favorável à divulgação do corte do diretor:

[Atualização em 18/11] Joe Manganiello, que interpretou Slade Wilson/Exterminador em Liga da Justiça, se juntou aos colegas na campanha e postou uma série de fotos caracterizado como o vilão em seu Instagram:

Ver essa foto no Instagram

#releasethesnydercut

Uma publicação compartilhada por JOE MANGANIELLO (@joemanganiello) em

[Fim da atualização]

A campanha Release The Snyder Cut, que pede pela versão do diretor, foi divulgada pelos fãs em cartazes ao redor da Califórnia, financiados pelos próprios seguidores. Comovidos pelo suicídio da filha de Snyder, que o afastou do projeto da DC, o movimento ajudou a arrecadar mais de US$ 100 mil para prevenção do suicídio, com fãs se mobilizando pela causa.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Snyder, mas a reação negativa em torno do filme estimulou os rumores em torno da versão original do longa. O filme foi lançado em novembro de 2017 e arrecadou cerca de US$ 657 milhões no mundo, enquanto esteve em cartaz.