Ezra Miller como Flash

Créditos da imagem: Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

Ezra Miller, estrela de The Flash, é acusade de assédio por jovem alemã

Reportagem da Variety detalhou denúncia e também ouviu vítima de agressão na Islândia

Omelete
4 min de leitura
Eduardo Pereira
30.06.2022, às 18H06

Em uma longa reportagem publicada nesta quinta-feira (30), a Variety detalhou uma acusação de assédio e um caso de agressão envolvendo Ezra Miller. Protagonista de The Flash, elu teria sido agressivo com uma jovem mulher alemã chamada Nadia, em fevereiro deste ano, além de ter enforcado uma outra em um bar na Islândia, em 2020.

Agressão na Islândia

A agressão no bar, há praticamente dois anos, chegou a ser registrada em vídeo. As imagens mostram Miller pegando a jovem pelo pescoço e a derrubando no chão, enquanto pergunta se ela queria lutar. À Variety, a vítima e outras três testemunhas explicaram o que levou à agressão.

Segundo o grupo, Miller frequentava havia um tempo o bar Prikið Kaffihús, na cidade de Reykjavík. Conversando com elu, a jovem havia perguntado sobre marcas em seus pés, atribuídas pela celebridade a uma "batalha". Em tom de brincadeira, ela respondeu: "Eu poderia te enfrentar em uma luta". Sentindo-se desafiade, Miller teria então a convidado para um duelo, que foi marcado para dois minutos mais tarde, na área do fumantes do estabelecimento.

"Eu pensei que fosse tudo brincadeira, mas não era", afirmou a jovem. "De repende, elu está em cima de mim, me enforcando, ainda gritando no meu rosto e perguntando se eu não quero lutar. Meu amigo, que começou a gravar, vê que elu não está brincando e para, então vem empurrá-lu para longe de mim".

O relato foi corroborado por Carlos Reynir, então um bartender no estabelecimento. Ele chegou cedo para trabalhar naquele dia, e testemunhou a agressividade de Miller. Vendo que "as coisas estavam saindo do controle", ele decidiu intervir. "Miller me pegou pela gargante enquanto eu tentava tirá-lu de lá e disse que não iria embora. Elu cuspiu no meu rosto diversas vezes, então dei um empurrão final e tranquei a porta".

Reynir detalhou que durante a retirada de Miller do recinto, elu diversas vezes afirmou que a jovem que agrediu o tinha epurrado, "o que não aconteceu", segundo o Bartender. O funcionário ainda lembrou que teve de correr para fechar a porta da frente do bar, a fim de impedir que a estrela dos filmes da DC retornasse para dentro. Eventualmente, dois amigos de Miller conduziram elu para dentro de um carro e foram embora.

Assédio na Alemanha

O caso de Nadia, mais recente, aconteceu após dois anos de amizade entre ela e Miller. Mantendo o contato principalmente por mensagens de texto, ambos se encontraram pessoalmente em fevereiro, no apartamento da jovem, em Berlim. Eles não se viam pessoalmente desde um encontro sexual consensual em 2020, mas tudo ia bem na conversa até que Miller soube que não poderia fumar no interior do local.

"Isso fez com que elu disparasse", disse Nadia. "Eu pedi umas 20 vezes para que elu fosse embora, talvez mais, mas elu começou a me insultar. Disse que eu era um 'pedaço de merda transfóbico'. Que eu era 'uma nazista'. Isso se tornou tão, tão estressante para mim. Elu estava percorrendo a minha casa, tocando em tudo, espalhando tabaco pelo chão. Senti aquilo como algo nojento e muito invasivo".

Após cerca de meia-hora implorando, ela afirma, Miller foi finalmente convencide a ir embora mediante a ameaça de que a polícia seria chamada. O incidente, entretanto, a deixou muito perturbada. Embora ela admita que não percebeu qualquer risco de violência sexual, ela sentiu que poderia ser agredida por elu. "Me senti totalmente ameaçads", disse.

Ainda de acordo com a reportagem da Variety, cinco pessoas (dois amigos, uma militante dos direitos da mulheres e um oficial social alemão e o advogado de Nadia) afirmaram terem conversado com a jovem logo depois do encontro com Miller e corroboraram sua versão dos fatos. Em abril, ela apresentou uma queixa criminal contra a celebridade, confirmada pela revista junto à Procuradoria do Estado Alemão em Berlim. O processo criminal, entretanto, foi descontinuado porque Miller não está mais no país.

Em The Flash, Miller volta a viver o Velocista Escarlate Barry Allen. Maribel Verdú (O Labirinto do Fauno) será Nora Allen, a mãe do Flash, e Ron Livingston (Invocação do Mal) será Henry Allen, pai do herói. Ben Affleck, que viveu o Cavaleiro das Trevas em Batman v Superman e nas duas versões de Liga da Justiça, também tem seu retorno confirmado, assim como Michael Keaton, que foi Bruce Wayne em Batman (1989) e Batman: O Retorno (1992).

A produção tem estreia marcada para 23 de junho de 2023.

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.