5 motivos para rever os filmes da Saga Crepúsculo na Netflix

Créditos da imagem: Divulgação

Filmes

Lista

5 motivos para rever os filmes da Saga Crepúsculo na Netflix

Longas entraram no catálogo da Netflix e já estão mexendo com as nostalgia dos fãs

Camila Sousa
15.02.2021
11h03
Atualizada em
15.02.2021
11h37
Atualizada em 15.02.2021 às 11h37

O primeiro filme de A Saga Crepúsculo chegou aos cinemas em 2008, causando muito burburinho. Alguns amaram a história de amor entre Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson), e outros detestaram a forma como os vampiros foram retratados na trama, inspirada nos livros de Stephenie Meyer.

Seja qual for o caso, a franquia sempre teve a atenção do público e isso continua até os dias atuais. Aproveitando que os cinco filmes da saga estão disponíveis na Netflix, listamos abaixo 5 motivos para revisitar a história.

Nostalgia

via GIPHY

Para quem era adolescente em meados de 2008, pode ser extremamente nostálgico revisitar os filmes da franquia. Como já citado, os longas geraram bastante debate na época de estreia e muitos adolescentes assistiram às produções enquanto estavam no período escolar e vivendo também seus amores de juventude. Rever Crepúsculo é uma boa oportunidade para lembrar de tempos mais simples.

Família Cullen

via GIPHY

Quem já assistiu aos filmes de Crepúsculo sabe que a família Cullen é um dos grupos mais divertidos da franquia. Ainda que muitos tenham críticas sobre como os longas retrataram os vampiros, é fato que a família de Edward é extremamente animada, com Emmett (Kellan Lutz) sendo o “grandalhão gentil” que todo mundo ama; Alice (Ashley Greene) sendo esquisita com seu poder de ver o futuro; Carlisle (Peter Facinelli) sendo o vampiro mais compreensivo do mundo e por aí vai. Você pode não gostar de Crepúsculo, mas não há como negar que os Cullen são legais.

Trilha Sonora

Este item é um dos mais importantes desta lista. A franquia dividiu opiniões na época de lançamento, mas é consenso que sua trilha sonora é uma das melhores já feitas no cinema. Todos os filmes acertaram bastante ao escolher músicas voltadas para o público jovem, mas com uma letra e mensagem que fazem sentido com a história. Além disso, várias bandas indie foram escolhidas para a trilha sonora, o que fez os fãs conhecerem novos nomes da música. Entre os nomes conhecidos que compõem a trilha dos filmes estão Muse, Paramore, Linkin Park, Death Cab for Cutie, Thom Yorke, The Killers, OK Go, Bruno Mars, Christina Perri, Ellie Goulding, St. Vincent, entre outros. A trilha sonora de Crepúsculo merece ser ouvida (não ironicamente) até hoje.

Participações especiais

Divulgação

Muita gente não lembra, mas os filmes de Crepúsculo tiveram a participação de diversos atores que se tornaram famosos ao longo dos anos. Além dos protagonistas Kristen Stewart e Robert Pattinson, nomes como Anna Kendrick, Jamie Campbell Bower, Dakota Fanning, Michael Sheen, Mackenzie Foy, Rami Malek, Lee Pace e Bryce Dallas Howard marcaram presença ao longo dos cinco filmes.

Nova perspectiva

via GIPHY

Outra boa oportunidade que a chegada dos filmes à Netflix traz é a possibilidade de rever a história por uma nova perspectiva. Assistir aos longas de Crepúsculo em 2021 pode fazer o amor entre Bella e Edward ser bem menos romântico, o imprinting de Jacob ser bem mais esquisito e por aí vai. Por outro lado, pode ser bem mais divertido (e interessante) rever o jogo de beisebol dos Cullen e as histórias dos quileutes atualmente.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.