CCXP | Dubladores de My Hero Academia contam como se apaixonaram pelo anime

Créditos da imagem: Divulgação

CCXP

Artigo

CCXP | Dubladores de My Hero Academia contam como se apaixonaram pelo anime

Em painel da Funimation, atores revelam seus primeiros contatos com a animação, e como rapidamente se tornaram grandes fãs

Arthur Eloi
06.12.2020
12h32
Atualizada em
06.12.2020
22h06
Atualizada em 06.12.2020 às 22h06

Plataforma de animes lançada no Brasil e México em novembro, a Funimation marcou presença na CCXP Worlds. Para conquistar os otakus do país, o streaming aproveitou o evento digital para discutir alguns de seus mais chamativos títulos, começando pelo fenômeno My Hero Academia (ou Boku no Hero Academia).

Um dos mais populares animes dos últimos anos, My Hero Academia entrega um shonen repleto de super-heróis e autodescobrimento. Esse descobrimento também vale para os dubladores, que aceitaram a responsabilidade de dar vozes brasileiras ao seriado sem conhecerem esse sucesso de antemão.

Lipe Volpato, que interpreta o protagonista Deku, afirma que só foi conhecer a animação graças ao seu irmão, Pedro Volpato, mas que foi um ponto de virada muito importante em sua vida: “Foi o anime que me trouxe de volta a ver animes”, afirmou. Curiosamente, Lipe não é o único Volpato a dar as caras na CCXP Worlds, já que seu irmão - que lhe jogou de volta ao mundo dos desenhos japoneses - dubla o protagonista de Attack on Titan, outro anime com localização pela Funimation.

Dos outros dubladores presentes no animado painel virtual, Fábio Lucindo (Bakugou) e Nestor Chiesse (All Might) revelaram que só foram conhecer a obra quando aceitaram o trabalho e contaram as boas notícias à amigos e familiares. O mesmo não pode ser dito para Luísa Horta, a voz de Ochaco Uraraka, que não só era grande fã de My Hero Academia como também, por mais irônico que seja, já até fez cosplay de Ochaco antes - sem sequer imaginar a oportunidade que receberia no futuro. A reação quando conseguiu o papel, segundo ela, foi de surto e alegria.

Seja como for, há algo de unânime no elenco: rapidamente, todos os atores se apaixonaram por My Hero Academia. “É uma grande metáfora sobre virar adulto”, falou Lucindo sobre a obra. “Mesmo tendo poderes você vai passar por problemas. ‘Nossa, se eu fosse super-poderoso, minha vida ia ser suave’, mas acaba só virando uma pessoa com poderes e também problemas”. O ator, que dá voz ao revoltado Bakugou, afirmou também que tinha um certo pé atrás com seu personagem antes de realmente entendê-lo: “Três sessões de terapia já resolvia”, brincou sobre a raiva do herói, algo que os demais dubladores concordaram sobre seus respectivos papéis.

Apesar do serviço já estar no ar, a Funimation exibiu também alguns trechos dublados da primeira temporada, e garantiram que a página da plataforma na CCXP Worlds contará ainda com quatro episódios em português do Brasil. A localização soa bastante natural e divertida, algo transmitido também na boa relação entre os atores. Por fim, ainda em tom de brincadeira, Lipe Volpato deixou um apelo aos fãs de My Hero Academia - novos e veteranos: “Todo mundo deu o máximo, se dedicou e se emocionou. E é por isso que eu nem vou pedir, eu vou é mandar que vocês assistam dublado”, ordenou aos risos. Confira abaixo os melhores momentos:

CCXP Worlds: A Journey of Hope, primeira edição 100% digital do maior evento de cultura pop do mundo, acontece entre os dias 4 e 6 de dezembro de 2020. Os ingressos gratuitos e os pacotes especiais, que dão direito a atrações e brindes exclusivos, estão disponíveis no site www.ccxp.com.br.

Neste domingo (6), a Warner traz um painel imperdível, com filmes como Mulher-Maravilha 1984 e Esquadrão Suicida, e séries como His Dark Materials, Flash e Euphoria, com direito à presença de Zendaya. O line-up dos quadrinhos não está menos estrelado, com nomes como Dave GibbonsTom KingGail Simone e Art Spiegelman.

Quem perdeu alguma coisa ou quer rever os melhores momentos pode acessar os vídeos on demand, que serão disponibilizados na plataforma em até 24 horas depois da exibição ao vivo e ficam no ar até o dia 13 de dezembro.

Acompanhe a cobertura completa no siteTwitter e Facebook do Omelete.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.