Foto de Batwoman

Créditos da imagem: Batwoman/CW/Divulgação

Séries e TV

Artigo

A força do elenco feminino de Batwoman

Série que chega ao Brasil pela HBO coloca mulheres fortes de várias maneiras no centro da história

Camila Sousa
08.05.2020
15h20

O canal americano CW tem experiência em ter mulheres como protagonistas de séries. Esse é o caso de Supergirl, uma produção que expandiu o Arrowverse e colocou em evidência personagens como a própria Kara Danvers, sua irmã Alex e Lena Luthor, irmã do vilão Lex. No entanto, a empresa trouxe uma nova abordagem para isso com Batwoman, produção exibida no Brasil pela HBO.

Enquanto a série da Garota de Aço é permeada por sentimentos de justiça e lealdade, algo que faz parte de sua personagem, a história de Kate Kane em Gotham é bem mais sombria. Prima de Bruce Wayne e sobrevivente de um acidente na infância que matou sua mãe e irmã, a personagem de Ruby Rose assume o manto da Batwoman para trazer o mínimo de esperança em uma cidade soturna, que ficou entregue ao crime quando o Batman foi embora.

Um dos maiores pontos positivos da produção é mostrar abertamente que Kate é lésbica. As cenas da personagem com suas namoradas são mostradas de forma natural e sensual, evidenciando os sentimentos de amor e desejo que estão ali. E, assim como nos quadrinhos, uma parte importante da vida de Kate é Sophie Moore, agente da Crows Security com quem a Batwoman tem uma longa história.

Em entrevista ao Omelete por telefone, Meagan Tandy, intérprete de Sophie, revela que a relação entre as duas personagens é “complicada. Elas têm um passado, estavam juntas, trabalhavam, mas aconteceu algo terrível e elas se separaram. Quando a série começa, elas não se vêem há algum tempo e é interessante que logo os fãs vão saber o que aconteceu nestes cinco anos”.

De fato, a relação entre Sophie e Kate tem vários pontos familiares para os fãs de produções inspiradas em quadrinhos. Embora se envolva com outras mulheres na história, Kate sempre volta para Sophie quando esta precisa dela, deixando claro que o amor ainda existe, mas há uma grande ferida do passado, algo mal resolvido que não permite que as duas fiquem juntas.

Sophie e Kate juntas em Batwoman

Foto de Batwoman
Batwoman/CW/Divulgação

Além da relação entre Kate e Sophie, a série tem várias outras personagens femininas como Mary, a meia irmã de Kate e médica que ajuda os mais necessitados em Gotham e a própria vilã Alice, que se inspirou na história de Alice no País das Maravilhas para criar seu alter ego. Com isso, a produção tem uma grande presença feminina, algo celebrado por Tandy: “É incrível a quantidade de personagens femininas dessa série. Fazer parte disso e ter essa presença no set é realmente algo maravilhoso”.

Quadrinhos e Arrowverse

A série da Batwoman chegou em um momento de transição no Arrowverse. Com a finalização de Arrow e séries mais longevas como The Flash mostrando um desgaste claro, a produção trouxe um frescor com histórias novas ambientadas em uma cidade que muitos fãs já conhecem pela história do Homem-Morcego. Para Meagan Tandy, a parte mais importante ao entrar em um universo já existente é se manter fiel aos quadrinhos:

“A história de Gotham, da Batwoman, faz parte uma grande franquia e você não quer decepcionar ninguém. É algo muito grande fazer parte de Batwoman e da primeira parte dessa história. É desafiador, mas também é empolgante a ideia de continuar fiel aos quadrinhos”.

Para dar vida à personagem, a atriz aprendeu movimentos de lutas como karatê, Jiu-Jitsu e boxe, já que sua personagem faz parte da força de segurança de Gotham. E sobre a personalidade de Sophie, sua preparação foram os quadrinhos da heroína. “Sou uma grande fã dos quadrinhos da Batwoman (...). Eles foram a única preparação passada pela showrunner Caroline Dries. Fico muito feliz que a CW deu essa oportunidade para a minha personagem”, completa Tandy, evidenciando como a história de Sophie tem pontos importantes de aceitação, força e, por que não, de amor durante a série.

A primeira temporada de Batwoman é exibida no Brasil pela HBO, todas as sextas às 22h.