The Boys

Créditos da imagem: Amazon Prime Video/Divulgação

Amazon Prime Video

Artigo

Por que The Boys quer que você ame Billy Joel

Segunda temporada intensifica uso de músicas do Piano Man, considerado brega demais para fãs de rock n’ roll

Julia Sabbaga
03.09.2020
17h12

Billy Joel faz parte do Rock and Roll Hall of Fame, do Songwriters Hall of Fame (que celebra compositores), foi indicado 23 vezes ao Grammy (ganhando 5 estatuetas) e teve três números 1 nas paradas americanas, além de 33 músicas emplacadas no Top 40 no país. Mesmo assim, até hoje, o músico conhecido popularmente por clássicos como "Piano Man" e "Just The Way You Are" tem fama de ser brega demais para os amantes intelectuais da música. Em 2019, no entanto, uma série estilosíssima veio para mudar isso: The Boys.  

"Nunca menospreze Billy Joel" foram as últimas palavras de Hughie Campbell para Robin no começo do primeiro episódio do seriado. Desde aquele momento, e cada vez mais - principalmente no início da 2ª temporada, que estreia esta semana - The Boys embalou a jornada do jovem com músicas do americano. Claro que o status cafona de Billy Joel faz parte da postura nada cool de Hughie. Mas com o desenvolvimento da série e a evolução do personagem de Hughie, o programa tem levado Billy Joel junto, felizmente introduzindo o compositor para os ouvidos de novas gerações. Mais do que isso, The Boys tem se utilizado de Billy Joel de maneiras muito além do “brega”. Por mais que “We Didn’t Start The Fire” seja uma música que muita gente adora odiar, são poucos que criticaram seu uso certeiro no trailer do novo ano:

As músicas de Joel falam muito sobre os obstáculos de vida do homem comum - jovens, operários, soldados, veteranos de guerra - e não são recheadas de malabarismos ou metáforas poéticas. Seu foco em temas banais e sua simplicidade é um dos maiores alvos de seus críticos, os mesmos que celebram a música de Bruce Springsteen por motivos similares. Mas é exatamente aí que está a genialidade menosprezada de Billy Joel.

The Boys se utilizou disso ao dar a Hughie seu elemento musical. Um garoto comum, que trabalha numa loja de eletrônicos e herdou certa covardia de seu pai, Hughie é o personagem mais humano da série. Sem grandes talentos ou poderes especiais, é muito natural que Hughie se identifique com as canções de Billy Joel. No começo da segunda temporada, quando ele se encontra perdido, desconfiado de Billy Butcher, distante de Starlight e sem rumo na vida, ele se identifica com uma canção certeira: “You’re Only Human (Second Wind)”. 

Escrita em 1985, “You’re Only Human (Second Wind)” não é nem uma das melhores nem uma das mais conhecidas músicas de Joel, apesar de fazer parte do seu álbum de Greatest Hits (ela é uma das duas faixas inéditas incluídas neste álbum de sucessos). Mas ela é certeira neste momento da vida de Hughie por causa de sua temática sobre suicídio adolescente. A música tem certa melodia alegre e para cima, mas foi escrita por Joel baseada em sua própria experiência com tentativa de suicídio. Segundo o próprio músico, o arranjo melancólico foi descartado porque fazia da música deprimente demais, e a ideia era justamente o contrário: explicar que somos apenas humanos e temos direito aos nossos erros.

Segundo o criador da série, Eric Kripke, a ideia de intensificar o uso de músicas do Billy Joel na segunda temporada veio naturalmente [via Inverse]: "Na segunda temporada, quando estávamos falando sobre o personagem, nós tivemos um momento hilário ao perceber quantas músicas de Billy Joel eram totalmente representativas do que estava acontecendo com ele". Nada mais natural, já que Hughie está passando por uma transformação pessoal. Logo no primeiro episódio do novo ano, ouvimos “Pressure”, faixa de 1982 sobre as pressões colocadas em todos nós. 

Billy Joel não está carente de prestígio e certamente não precisa de um impulso comercial, afinal, ele é um dos músicos mais bem-sucedidos de todos os tempos. Mas o efeito que The Boys tem surtido, de tirar o Billy Joel dos baús dos cafonas e impulsioná-lo com um tempero de estilo é um grande favor a sua discografia. Seus fãs agradecem. 

Assista no Prime Video