Música

Artigo

Tomorrowland Brasil 2016 | Armin Van Buuren toca set forte e ganha público do festival

Aposta em mistura de músicas radiofônicas e sons mais "pesados" agrada público

Jacídio Junior
23.04.2016
19h10
Atualizada em
29.06.2018
02h23
Atualizada em 29.06.2018 às 02h23

Armin Van Buuren já foi eleito o melhor DJ do mundo cinco vezes, possui um público fiel, realmente empolgado com sua música e com seus sets ao vivo. Seu show no Tomorrowland Brasil 2016 foi, talvez, um dos mais surpreendentes, tanto pela força da apresentação quanto pela escolha das músicas, já que o DJ foi capaz mixar faixas com apelo mais pop a algumas pitadas do estilo que o colocou em evidência no segmento da música eletrônica, o trance.

tomorrowland armin van buuren

Era possível ver a empolgação por parte do público que o esperava para apresentar seu set no palco principal. Após uma introdução potente, abriu sua apresentação com uma música de seu último álbum Embrace e seguiu conquistando a plateia a cada nova faixa que colocava para tocar. A primeira metade de sua performance foi mais pesada com uma aposta clara em músicas para um público que busca relembrar a pegada mais "trabalhada" de Armin, com aposta sonora mais encorpada. Já na segunda metade, ele caminhou para propostas mais radiofônicas com remixes de "Hello", de Adele, e "Mr. Brightside", do The Killers

Ainda em conjunto com isso, mesmo não sendo o último DJ a se apresentar na segunda noite do festival, Armin recebeu tratamento de estrela com encerramento digno de último show, com fogos acompanhando as últimas músicas e muitas luzes embalando a sequência final de tracks composta por "Another You" e o lançamento de seu novo single "Freefall". Ainda, após o último artista do dia terminar sua apresentação, o produtor holandês retornou ao palco principal para uma performance inédita na história de todos os Tomorrowlands, um b2b - apresentação com outros Djs - com W&W, Ryan Marciano e Sunnrey James.

Definitivamente, já faz um tempo que Armin não é o mesmo produtor de outrora, mas suas músicas mais pop se encaixam perfeitamente em uma pista com mais de 30 mil pessoas, mostrando que ele está no páreo dos grandes DJs, para o bem e para o mal, e sabe como manter o público em suas mãos.