HQ/Livros

Notícia

X-Men | Stan Lee não sabia que Homem de Gelo é gay

"Eu não estava ciente das atividades sexuais dos meus personagens", diz

Marcelo Hessel
19.11.2015
13h41
Atualizada em
29.06.2018
02h48
Atualizada em 29.06.2018 às 02h48

A Marvel Comics revelou em abril deste ano, na edição 40 da HQ All-New X-Men, que o Homem de Gelo, Bobby Drake, um dos membros fundadores dos X-Men, é gay. Mas aparentemente ninguém avisou o criador do personagem, Stan Lee.

Durante uma entrevista na Radio 4 da BBC ontem, ao ser perguntado sobre a orientação sexual de Bobby, Lee disse que essa era a primeira vez que ele ouvia a notícia (aos 2m25s):

"Eu não estive envolvido nisso, deve ter sido algo que surgiu depois que eu parei de escrever os quadrinhos. Na verdade eu nunca concebi um personagem gay. Se eles eram, eu não fiz disso um fato [nas histórias]. Eu não estava ciente das atividades sexuais dos meus personagens", diz Lee (que na verdade chegou a tratar de sexo quando deu a Reed Richards e Sue Storm um filho, Franklyn).

O roteirista Brian Michael Bendis, autor da ideia de transformar o Homem de Gelo num personagem gay, escrevia a série dos X-Men desde 2012 e se despediu em outubro, com a publicação de Uncanny X-Men #600 - leia mais.

A perseguição aos mutantes frequentemente é interpretada como uma metáfora para o preconceito contra homossexuais, entre outras minorias. Alguns mutantes já declararam serem gays, como Estrela Polar, Sina e Shattestar. De qualquer forma, a sexualidade de Bobby Drake é comentada nos quadrinhos há anos, e criadores já incorporaram essa dúvida dos leitores em diversas histórias. Até mesmo Family Guy já fez graça com isso: