Hugh Jackman

Créditos da imagem: Fox/Reprodução

Filmes

Notícia

X-Men | Kevin Feige deu HQs para Hugh Jackman apesar de veto de Bryan Singer

Atual presidente do Marvel Studios foi produtor associado no primeiro filme dos mutantes

Natália Bridi
28.11.2018
19h27
Atualizada em
28.11.2018
19h57
Atualizada em 28.11.2018 às 19h57

Em entrevista ao MTV NewsHugh Jackman contou uma curiosa história sobre a época das flmagens de X-Men (2000), o seu primeiro filme na pele de Wolverine. 

Segundo o ator, Bryan Singer não permitia quadrinhos no set de X-Men pois acreditava que a leitura feita por pessoas que não "entendiam" HQs faria com que os personagens não fossem levados a sério. Sem permissão, Jackman contou com uma ajuda ilustre para conhecer mais sobre o seu personagem. "Ia até o escritório de Kevin Feige, que não apenas era coberto de quadrinhos pelas paredes, mas também de cartazes e umas 600 action figures de personagens diferentes. E perguntava: 'O que devo ler?'. Você precisa ler esse aqui. E precisa ler a fase do Japão. E ler a origem. Então ele passava as coisas para mim e continuamos amigos desde então".

Na época, Feige era produtor associado de X-Men, tendo sido contratado com base no seu conhecimento em quadrinhos. No mesmo ano, ele foi contratado por Avi Arad como o seu braço direito no recém-nascido Marvel Studios, do qual ele se tornou presidente em 2007. Jackman falou sobre o contato com Feige durante a sua vinda ao Brasil para promover Logan; veja abaixo: