Música

Artigo

Westworld | A metáfora por trás da trilha sonora da série

Compositor Ramin Djawadi é uma das maiores qualidades da produção

Julia Sabbaga
13.04.2018
17h02
Atualizada em
29.06.2018
02h48
Atualizada em 29.06.2018 às 02h48

São poucas séries que conseguem agradar tanto o público quanto a crítica. Menos séries ainda conseguem agradar tanto quanto fez a primeira temporada de Westworld, aclamado projeto de Jonathan Nolan e Lisa Joy, que atualmente aquece para o lançamento de sua segunda temporada. Além de entregar uma trama bem amarrada com um grande elenco, a primeira temporada – e, pelo que podemos ver dos trailers, a segunda também – a série conseguiu transmitir um clima único e envolvente de faroeste futurístico, e isto é entregue não apenas pela estética, mas também, em grande parte, pela sua estilosa trilha sonora.

Quando Westworld surgiu, logo na sua apresentação, a música tema remeteu instantaneamente ao mega projeto anterior da HBO, Game Of Thrones. O motivo por trás disto é a escolha do mesmo compositor, Ramin Djawadi, que se provou o músico perfeito para o novo projeto, mesmo sendo absolutamente diferente da série em estilo medieval. Djawadi já tinha um longo currículo antes de entrar em Game Of Thrones e Westworld. Ele foi o compositor por trás de O Homem de Ferro, Prison Break e entrou para o radar da família Nolan em Batman Begins, quando colaborou com Hans Zimmer e James Newton Howard na trilha sonora do filme de Christopher Nolan. Atualmente, Djawadi é o único compositor da televisão a ter saído em turnê para a performance de suas músicas ao vivo, do mesmo modo que Hans Zimmer ou John Williams já fizeram.

Para Westworld, o que Djawadi criou não poderia ter sido diferente. A trilha sonora da série da HBO traz composições originais, mas o que mais chama atenção para quem curtiu as músicas foi a reinvenção de diversos clássicos modernos do rock para um estilo distintamente retrô, na maioria das vezes tocados em uma pianola. Durante a primeira temporada, ouvimos versões diferentes de músicas familiares como “Black Hole Sun”, do Soundgarden, “Paint It Black”, dos Rolling Stones, “Back To Black”, da Amy Winehouse, além de algumas seleções do catálogo do Radiohead. E os arranjos não tocam apenas para surpreender e encaixar na cena; a seleção de clássicos modernos reinventados é a perfeita representação do parque de Westworld: uma obra absolutamente moderna, que apenas finge fazer parte de um tempo que já se passou.

Segundo Djawadi, a ideia era inserir um sutil lembrete de que as coisas não são o que parecem. Em entrevista ao Pitchfork, ele disse: “Você vê os cenários, o jeito que as pessoas se vestem, e quando você sabe que são robôs e é tudo moderno, você pensaria que as pessoas que estão em controle fariam tudo de modo autêntico, incluindo o que tocaria na pianola. Deveria ser algo da época. E quando não é, serve como um lembrete que algo está errado ali. Isto é um exemplo de quão poderosa a música pode ser”.

Além disso, a música funciona como um elemento complementar à narrativa, diversas vezes ajudando a criar o clima do vício e repetição do parque, principalmente com “Black Hole Sun” que toca diversas vezes no saloon, enfatizando a pré-determinação dos eventos. E o compositor já comentou também, que o fato da pianola estar sempre minimamente desafinada: “Este é o tempero. Na série, tudo parece tão perfeito, até você olhar de perto. A música é uma sutil camada disso”.

A seleção das músicas reinterpretadas também é sempre peculiarmente sombria e melancólica, o que marcou o tom da primeira temporada inteira. Para a segunda temporada, nós já tivemos dois trailers para analisar, e eles vieram com músicas claramente mais agressivas: “Runaway”, do Kanye West, e “Heart-Shaped Box”, do Nirvana. A escolha das músicas é uma provável indicação da direção da segunda temporada: um ano mais brutal e direto, que, além dos trailers, nós já sabemos uma coisa: a trilha sonora, muito provavelmente, continuará surpreendendo a todos.

Ouça o álbum da primeira temporada de Westworld:

Todos os dez episódios da primeira temporada estão disponíveis na HBO Go. Com dez capítulos inéditos, Westworld retorna em 22 de abril pela HBO.