Daryl (Norman Reedus) e Rick (Andrew Lincoln) em The Walking Dead

Créditos da imagem: The Walking Dead/AMC/Divulgação

Séries e TV

Lista

The Walking Dead | 10 amizades que são mais fortes que um apocalipse zumbi

Lutar pela sobrevivência cria laços de afeto inimagináveis; confira as duplas mais imbatíveis da série

Rafael Gonzaga
20.07.2020
11h30

[Cuidado com possíveis spoilers!]

Lá na sétima temporada de The Walking Dead a série exibiu um episódio chamado "New Best Friends" e, obviamente, falou sobre novas relações de amizade se desenrolando na série. Mas e os antigos amigos, aqueles cujo sentimento dura  - ou durou - duas, três ou mais temporadas inteiras? Relembre as amizades mais marcantes entre os personagens de The Walking Dead!

Daryl e Carol

Muitos fãs torcem para que Daryl e Carol virem um casal, mas, até agora, os dois mantiveram uma forte amizade. A cena mais emocionante do décimo episódio da sétima temporada é quando o rapaz aparece na porta da casa onde Carol vive e ela fica sem palavras antes de um longo abraço.

Os dois começam a série com o histórico de humilhação por parte de pessoas próximas - ela pelo ex-marido, ele pelo irmão - e a amizade se fortalece na segunda temporada, quando Daryl fica obcecado em encontrar Sophia, a filha desaparecida de Carol. Inclusive, é ele quem consola a amiga quando descobrem sua morte. Com a saída de Rick, a dupla assumiu o protagonismo, e essa amizade só fica cada vez mais forte.

Michonne e Andrea

Michonne já entra na série salvando a pele de Andrea de um ataque zumbi no fim da segunda temporada. Depois disso, elas passam vários meses tomando conta uma da outra, até que as duas vão parar em Woodbury - levadas pelo Governador justamente enquanto Michonne buscava remédios para a amiga. Elas se tornam grandes companheiras no decorrer da trama e, mesmo quando Andrea é mordida por um zumbi, é Michonne quem fica ao lado dela até seu último suspiro de vida.

Sasha e Maggie

A amizade das duas parece ter ficado evidente só na sétima temporada, mas elas já são cúmplices há muito tempo. Sasha e Maggie conseguem fugir juntas da prisão na quarta temporada e passam por momentos difíceis que, no fim, só solidificam mais ainda essa relação. As duas lidam com o fato de terem irmãos desaparecidos em algum momento da série, além de as duas precisarem trabalhar os desafios de manter relacionamentos em meio ao apocalipse zumbi - e, posteriormente, lidar com a perda dos parceiros. Na sétima temporada, é Sasha que fica com Maggie em Hilltop, cuidando da gravidez da amiga.

Noah e Beth

A jovem Beth passou por maus bocados até encontrar Noah, na quinta temporada. Os dois se tornaram grandes parceiros durante o tempo em que ficaram prisioneiros no hospital comandado pela policial Dawn Lerner, salvando um a pele do outro até conseguirem colocar em prática um plano de fuga. O carinho entre eles é tanto que Beth inclusive morre tentando proteger o amigo: em um acordo de troca com o grupo de Rick, os policiais do hospital exigem que Noah volte a ser um prisioneiro no hospital, ela se revolta enfiando uma tesoura no pescoço de Dawn e acaba levando um tiro.

Tara e Glenn

Lá na quarta temporada, houve um tempo em que o entregador de pizza foi o único amigo da ex-aliada do Governador. Após ficar chocada com a violência do vilão, Tara se esconde na cadeia destruída e é achada por Glenn, de quem vira uma fiel companheira, passando então a viajar com ele procurando Maggie. Mesmo após ser encontrada pelo grupo de Abraham, ela se mantém firme em acompanhar o rapaz em sua busca. Em outro momento, a moça fica presa em um túnel e, apesar do o fim da munição, Glenn se recusa a deixar a amiga para trás.

Abraham e Eugene

Uma amizade entre tapas e beijos, se a gente lembrar que Abraham já quis matar Eugene no quinto episódio da quinta temporada quando descobriu que o cientista havia mentido para ele durante boa parte da série.

Apesar disso, um foi necessário para a vida do outro enquanto foi possível: Eugene é cérebro, Abraham era força. O sentimento entre os dois fica mais nítido quando, depois de todas as mentiras esclarecidas, o ex-militar continua defendendo o amigo, mesmo sendo durão demais para admitir.

Michonne e Carl

Os dois começaram a se aproximar na terceira temporada, quando o menino parte escondido do pai em uma missão para buscar uma foto antiga de família e Michonne o ajuda. Em outo momento, quando Rick finalmente aceita Michonne como parte do grupo, ele diz: “Carl falou que você pode ser uma de nós”. Além disso, quando a lutadora e o menino decidem que era Spencer quem deveria dar fim ao zumbi de Deanna, por ele ser filho dela, Carl diz que se algo assim acontecesse a Michonne, seria ele quem a mataria. Uma declaração de amor fofa a la The Walking Dead, que mais tarde se desenvolveu em uma relação maternal por parte da guerreira.

Andrea e Dale

Desde o momento em que encontra Andrea e sua irmã perdidas no começo do apocalipse zumbi, Dale desenvolve um instinto forte de proteção pelas duas. Com Andrea isso vai se intensificando cada vez mais, principalmente após a morte da irmã. É ele quem impede a mulher de cometer suicídio no fim da primeira temporada e quem insiste em a alertar sobre o comportamento duvidoso de Shane. Apesar das diversas tentativas de afastar Dale, como quando disse ao ancião que ela não era sua filha e nem problema dele, Andrea é a que mais sofre com a morte do amigo.

Carol e Tyreese

Essa é uma amizade meio estranha quando se lembra que foi Carol quem matou Karen, parceira de Tyreese, queimada na quarta temporada. Contudo, na fuga da prisão, os dois terminaram sozinhos com a bebê Judith e com duas órfãs. Eles se resolvem quanto ao assassinato de Karen e começam a passar muito tempo com as crianças - em dado momento da série, viram de fato uma espécie de família. Porém, como em The Walking Dead nada é  fácil, os dois passam pelo trauma de precisar matar uma das meninas após ela surtar e assassinar a irmã.

 

Rick e Daryl

O maior bromance da série. Os dois ficaram juntos desde a primeira temporada e, apesar de Daryl ser irmão de Merle, o primeiro vilão da série, aos poucos o rapaz conquistou a confiança do ex-policial a ponto de se tornar seu braço direito. No episódio 16 da quarta temporada, um dos mais tensos da série, Rick e Daryl estão sentados na floresta e o primeiro diz ao amigo que o considera como um irmão. Além disso, o olhar dos dois durante o reencontro na sétima temporada mostra o quanto um é importante para o outro.

Daryl se manteve tão próximo de Rick que, quando o protagonista deixou a série, o colega se tornou a escolha óbvia para assumir os holofotes.

Texto originalmente publicado em 22 de fevereiro de 2017.