Filmes

Notícia

Bilheteria USA: Carros segue na liderança

Bilheteria USA: Carros segue na liderança

Érico Borgo
19.06.2006
00h00
Atualizada em
29.06.2018
02h47
Atualizada em 29.06.2018 às 02h47

O fim de semana norte-americano teve quatro grandes estréias. Nenhuma delas, no entanto, conseguiu tirar Carros do topo.

Apesar da queda de 48% - a pior de seu passado recente - a Disney/Pixar viu sua nova animação liderando com 31,2 milhões de dólares de sexta a domingo e o filme já soma 114 milhões nos EUA. Carros tem direção de John Lasseter (Toy Story) e conta a história de Relâmpago McQueen, um carro de corrida campeão que acaba preso numa cidadezinha no meio do deserto ao lado da Rota 66, a estrada mais cultuada do planeta.

Correndo por fora, a comédia Super Nacho, estrelada por Jack Black, fez bonito na segunda posição - chegando até a superar Carros na sexta-feira. O filme dirigido por Jared Hess fez 27,5 milhões - valor excepcional para uma produção de 35 milhões. No filme, Black vive um padre mexicano que à noite usa secretamente uma máscara de lutador para salvar um orfanato de Oaxaca do fechamento.

Na terceira posição, Velozes e furiosos: Desafio em Tóquio teve o pior desempenho da franquia até hoje, faturando 24 milhões de dólares (o filme anterior fez 50 milhões no mesmo período). A história apresenta o corredor de rua Shaun, exilado na capital japonesa depois de desavenças com a polícia de seu país, e zoado pelos rachadores locais por ser um gaijin, um estrangeiro. O seu interesse amoroso, Tani, estuda no mesmo colégio que ele, mas é a atual namorada de D.K., o vilão com ligações com a Yakuza que Shaun terá que derrotar. Enquanto o desafio não chega, o herói se habituará à cultura e às regras locais com a ajuda de um colega de classe, Reevise, outro viciado em velocidade. A estréia brasileira é prevista para o dia 11 de agosto.

O romance A casa do lago, adaptação estadunidense do filme coreano Il mare, ficou com a quarta posição, com 13,66 milhões. A produção reúne novamente Keanu Reeves e Sandra Bullock, os astros de Velocidade máxima (Speed, 1994) como duas pessoas - uma médica solitária (Bullock) e um arquiteto frustrado (Reeves) - que vivem na mesma casa, separados por um espaço de tempo de dois anos. Misteriosamente, o casal começa a conseguir se comunicar através de cartas que colocam na caixa de correio da residência, que é capaz que criar uma ligação temporal.

Com tantas estréias, a comédia romântica Separados pelo casamento (The break-up) despencou para a quita colocação com 9,5 milhões. O filme tem como protagonistas a ex-Friend Jennifer Aniston e seu novo namorado, Vince Vaughn. Na trama, um casal sofre com a separação, mas ambos se recusam a deixar seu belo apartamento, tendo que continuar a nada pacífica convivência.

Mas a pior colocação da semana foi a de Garfield 2, continuação do razoável sucesso de 2004. O filme fez péssimos 7,2 milhões contra os 21,7 milhões do original. Na história, o rotundo felino vai com seu dono para Londres, onde é confundido com um gato da nobreza. Assim, Garfield acaba no comando de um castelo. Seu reinado, porém, dura pouco, já que entrará em cena Lord Dargis (Connolly), que tem seus próprios planos para a propriedade.

Confira abaixo a bilheteria da semana:
Em milhões de dólares

Pos. Filme Bilheteria
16-18/6
Bilheteria
Total
Custo
prod.
1 Carros $31,18 $114,50 -
2 Super Nacho $27,51 $27,51 $35
3 Velozes e furiosos: Desafio em Tóquio $24,05 $24,05 -
4 A casa do lago $13,66 $13,66 -
5 Separados pelo casamento $9,50 $91,93 $52
6 Garfield 2 $7,20 $7,20 -
7 X-Men: O confronto final $7,15 $215,54 $210
8 A profecia $5,35 $46,89 $25
9 O código Da Vinci $5,00 $198,50 $125
10 Os sem-floresta $4,04 $138,75 -

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.