Filmes

Lista

Transformers: curiosidades e a origem da franquia

Com origem no mundo dos brinquedos, história de Optimus Prime é sucesso mundial

A cozinha
26.09.2019
20h00
Atualizada em
26.09.2019
19h48
Atualizada em 26.09.2019 às 19h48

Não há dúvidas de que Transformers é uma das maiores franquias da cultura pop. Com brinquedos, animações e filmes live-actions, as histórias de Optimus Prime e Megatron conquistaram milhares de fãs ao redor do mundo, que colecionam produtos e se divertem com as produções.

Para entender como esse fenômeno se tornou realidade, é importante olhar para a origem dos persoangens. Interessados em novas propriedades, executivos da Hasbro licenciaram os brinquedos produzidos pela companhia japonesa Takara. Para eles, havia um grande potencial em veículos que se tornaram robôs. No entanto, para lançar isso nos Estados Unidos, era necessário criar uma história maior e a Marvel entrou na história, criando uma história de origem e dividindo os bonecos entre heróis e vilões.

A ideia original da Marvel era que os robôs fossem descendentes do Deus Primus e a história, que começou bem básica, ficou cada vez maior com o passar dos anos e, agora, há toda uma cronologia extensa por trás tanto dos heróis quanto dos vilões. Confira abaixo mais detalhes sobre a história dos Transformers:

 

Origem de tudo

Tudo começa 13,7 bilhões antes de Cristo. Nessa época existiam dois deuses gigantescos: Primus e Unicron. O bom e o mal. Um com capacidade de dar vida e outro focado em consumir energia. A luta entre os dois era constante e, eventualmente, Primus percebeu que era impossível derrotar o rival. A história a partir daí conta com diversas versões, mas o fato é: ele se tornou um planeta e aprisionou o Unicron.

Esse planeta se desenvolveu ganhou o nome de Cybertron e toda a força por trás de Cybertron vem de Primus. A primeira grande guerra começa quando Unicron consegue escapar e Primus cria os Prime, seres que lutam contra o vilão até aprisioná-lo em uma rocha que é lançada no Universo.

Depois disso o planeta viu um período de paz que durou milênios, mas tudo que é bom uma hora acaba. Um dia o planeta é atacado pelos Quintessons, seres que escravizam a população. Liderados por Nova Prime, mais uma vez os Transformers vencem, levam seu mundo para um período de paz.

Autobots e os Decepticons

Após um grande período de riqueza, os Transformers passaram a nascer com seus destinos traçados e eram divididos entre ricos e escravos. A classe mais baixa, além de ter longas horas de trabalho, lutava como gladiadores para passar o tempo. 

Um dia, um robô conhecido como D-16 começou a crescer entre os gladiadores e se revoltou contra o sistema. Ele, então, assumiu o nome de Megatronus e, posteriormente, se tornou Megatron. Ele inspirou as massas e se juntou a um burocrata chamado Orion Pax para, juntos, mudarem os rumos do planeta. Apesar do sucesso do plano, Megatron mostra sua verdadeira face na frente do conselho, decide que derrubará todos a força e exige ser eleito como um novo Prime - os guerreiros criados por Primus. 

O Pax, então, faz um discurso falando que a paz é mais importante e se torna o novo Prime. Megatron chama seus seguidores de Decepticons, Pax vira Optimus Prime e lidera os Autobots e aí começa uma guerra que já foi adaptada para diferentes mídias de diferentes maneiras.

Sucesso atual e futuro

Na televisão, a franquia conta com séries como Cyberverse e Rescue Bots Academy. Nos quadrinhos eles contam com diferentes histórias e no cinema já são cinco filmes e um derivado, com foco em Bumblebee. No próximo ano, será lançada na Netflix a série War for Cybertron – Siege, que vai mostrar ainda mais detalhes da guerra entre Autobots e Decepticons e olha o visual dos brinquedos que já dá pra ter uma ideia de como a série será.