Roteirista e diretor John Lafia, em foto divulgada pela família; Chucky em Brinquedo Assassino 2, dirigido por John Lafia

Créditos da imagem: Arquivo/Divulgação - Brinquedo Assassino 2/Divulgação

Filmes

Notícia

John Lafia, roteirista de Brinquedo Assassino, morre aos 63 anos

Cineasta foi responsável por dar nome ao boneco Chucky

Arthur Eloi
02.05.2020
16h34

John Lafia, coroteirista de Brinquedo Assassino, morreu na última quarta, 29 de abril, em Los Angeles. Ele tinha 63 anos de idade, e a causa da morte foi suicídio [via Variety].

Colaborador do diretor Tom Holland e de Don Mancini, criador de Brinquedo Assassino, Lafia é o responsável por ter dado o nome Chucky ao vilão do longa, que se tornou um dos assassinos mais icônicos do cinema. Mais tarde, Lafia assumiu o posto de diretor para comandar a sequência, Brinquedo Assassino 2 (1990).

Em comunicado, Holland e Mancini prestaram respeitos à Lafia, e elogiaram seu trabalho. “Estamos devastados em ouvir sobre o falecimento de nosso amigo John Lafia. Ele era parte crucial da Família Chucky desde o início, tendo coescrito o original e dirigido o segundo - que é visto em consenso como o melhor da franquia pelos fãs”, falaram.

John era um artista incrivelmente generoso. Ele me deixava acompanhá-lo em todas as reuniões e aprender com ele no set. Ele me ensinou mais sobre cinema durante a produção de Brinquedo Assassino 2 do que vários semestres na escola de audiovisual”, relembrou Mancini. “John também era uma das pessoas mais criativas, naturalmente e constantemente, que eu já conheci, alguém que sempre estava tirando fotos e anotando ideias.

O último crédito de John Lafia é pelo remake de Brinquedo Assassino (2019), que não teve sua escrita mas o homenageia pelo uso dos personagens criados por ele. Lafia deixa esposa e dois filhos.