Filmes

Notícia

Steven Spielberg acredita que filmes da Netflix deveriam concorrer no Emmy, mas não no Oscar

Diretor afirma que ficar em cartaz no cinema por uma semana não é suficiente para se qualificar ao maior prêmio da indústria

Mariana Canhisares
22.03.2018, às 20H25
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H46
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H46

Steven Spielberg afirmou, em entrevista ao ITV, que filmes produzidos por serviços de streaming como NetflixAmazon Prime Video "merecem um Emmy, mas não um Oscar". Segundo o diretor, colacar as produções em cartaz nos cinemas por um curto período de tempo não deveria qualificá-las para concorrer no maior prêmio da indústria.

"Cada vez menos cineastas vão batalhar para arrecadar dinheiro ou competir em Sundance e, possivelmente, conseguir uma distribuidora independente para lançar seu filme. Mais deles deixarão que os serviços de streaming financiem suas produções, talvez com a promessa de uma janela de uma semana nos cinemas para se qualificar a prêmios. Mas, na realidade, uma vez que você se comprometeu a fazer um filme para a TV, você tem um filme para a TV."

Assista a entrevista na íntegra:

Somente na última edição do Oscar, a Netflix foi representada na premiação com o longa Mudbound - Lágrimas sobre o Mississipi, além de levar uma estatueta com o documentário Ícaro. Embora presentes na cerimônia, este e outros streamings tiveram presença relativamente discreta nos últimos anos do prêmio.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.