Filmes

Notícia

Star Wars | Rian Johnson defende Kelly Marie Tran após atriz excluir Instagram devido a comentários maldosos

Atriz foi vítima de assédio sexual e racismo na rede social

Mariana Canhisares
08.06.2018
17h15
Atualizada em
29.06.2018
02h45
Atualizada em 29.06.2018 às 02h45

O diretor Rian Johnson usou o Twitter para defender a atriz Kelly Marie Tran, que excluiu o Instagram após ser vítima de assédio sexual e racismo nos comentários. Confira:

"Nas redes sociais, algumas pessoas tóxicas conseguem projetar uma grande sombra na parede, mas nos últimos quatro anos conheci muitos dos fãs reais de Star Wars. Gostamos e não gostamos de algumas coisas, mas fazemos isso com humor, amor e respeito. Somos a VASTA maioria, estamos nos divertindo e isso está bom."

Quando um usuário respondeu, questionando "crítica e mostrar que não gosta de algo é trollar?", ele respondeu:

"Cansei dessa besteira desonesta. Você sabe a diferença entre não gostar do filme e assediar uma mulher com tanto ódio que ela saiu das redes sociais. E você de qual dos dois estamos falando aqui."

Mark Hamill também saiu em defesa da atriz: "como não amar?" - leia mais.

Tran nasceu nos EUA, mas seus pais são do Vietnã, o que a torna a primeira atriz de origem asiática com destaque na trama. Em dezembro do ano passado, a página da atriz na Wookiepedia, uma das maiores enciclopédias online de Star Wars, foi editada com comentários racistas - saiba mais. Na época, o roteirista Bryan Young disse que o caso era "chocante e triste".

Sem título revelado até o momento, o Episódio IX de Star Wars chega aos cinemas em 20 de dezembro de 2019