Música

Lista

Smallville | Momentos musicais que marcaram a série

Celebrando a vinda de Tom Welling na CCXP, relembramos a trilha sonora do seriado

Julia Sabbaga e Rafael Gonzaga
27.07.2018
15h58
Atualizada em
27.07.2018
16h19
Atualizada em 27.07.2018 às 16h19

Até para quem não assistia a série, é difícil lembrar de Smallville sem ouvir na cabeça o refrão da abertura, “somebody saaave me”, da música do Remy Zero. Mas essa não é a única faixa que marcou a trilha sonora do seriado, que diversas vezes trazia cenas embaladas por hits clássicos do começo dos anos 2000.

Para celebrar a vinda do Tom Welling para a CCXP, nos permitimos um momento de pura nostalgia para relembrar alguns dos momentos musicais mais marcantes da série.

7 - "Save Me" – Remy Zero

Save Me - Remy Zero
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Eterna faixa clássica associada ao seriado, a música de abertura é “Save Me”, do Remy Zero, uma banda de rock alternativo que tinha um sucesso moderado até ter a música incluída na série. A banda era considerada promissora e já tinha saído em turnê acompanhando o Radiohead antes mesmo do primeiro disco. No terceiro, The Golden Hum, eles lançaram a música “Save Me”, que foi para a abertura, e também apareceram no último episódio da primeira temporada, tocando a música ao vivo no baile da escola. Relembre a abertura aqui.

6 - “Wherever You Will Go” – The Calling

Wherever You Will Go - The Calling
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Digno do começo dos anos 2000, o segundo episódio de Smallville, "Metamorphosis", toca o hit memorável do The Calling, “Wherever You Will Go”, quando Clark deixa o colar de kryptonita na porta de Lana (veja aqui). A música é o primeiro e maior hit do The Calling até hoje, presente no álbum de estreia, Camino Palmero.

5 - "In My Place" - Coldplay

In My Place - Coldplay
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

“In My Place”, do segundo álbum do Coldplay, A Rush of Blood to the Head, toca no primeiro episódio da segunda temporada de Smallville, quando Clark tenta convencer Lana de que não há nada especial com ele. A faixa vai crescendo na cena e fica cada vez mais emocionante (veja aqui). “In My Place” foi lançada em 2002 e ganhou o Grammy de melhor performance de rock.

4 - "My Immortal" - Evanescence

My Immortal - Evanescence
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Outra clássica das “antigas” é “My Immortal”, do Evanescence, que toca em um momento bem comovente familiar da série. Quando o hit toca, Clark fala para Martha sobre sua mãe de nascença, Lara (veja aqui). A faixa é um dos maiores sucessos do Evanescence e faz parte do primeiro álbum da banda, Fallen, de 2003.

3 - "I'm With You" - Avril Lavigne

I'm With You - Avril Lavigne
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Claro que o começo dos anos 2000 não poderia ficar sem a Avril Lavigne. Músicas da cantora já tocaram algumas vezes em Smallville, e uma das mais notáveis veio em um dos últimos episódios da segunda temporada, quando “I’m With You” toca na cena em que Lana e Clark têm um momento romântico no celeiro (veja aqui). A faixa marcou como a primeira balada de Avril lançada como single, e foi indicada ao Grammy como música do ano.

2 - "You and Me" - Lifehouse

You and Me - Lifehouse
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Lifehouse foi outra banda que apareceu ao vivo em Smallville, além de ter tido diversas músicas do catálogo figurando na série. Uma das cenas mais marcantes é a banda tocando “You and Me” no baile de formatura, quando Lana chega e dança com Clark (veja aqui). A faixa, do terceiro e auto-intitulado álbum da banda, também já tocou em outras séries como Grey's Anatomy, The Vampire Diaries e Cold Case.

1 - "My Eyes" - Travis

My Eyes - Travis
Smallville/Warner Bros. Television/Divulgação

Mais para o fim da série, Travis também apareceu com a romântica “My Eyes”, na cena em que Lana e Clark passeam com cavalos, no episódio “Wrath”, pouco antes de Lana absorver os poderes de Clark por causa de um raio (veja aqui). “My Eyes” faz parte do quinto álbum do Travis, The Boy with No Name, de 2007.