Xógum | Hiroyuki Sanada revela bastidores do treinamento para cenas de ação

Séries e TV

Notícia

Xógum | Hiroyuki Sanada revela bastidores do treinamento para cenas de ação

Série está disponível no Star+

Omelete
2 min de leitura
09.03.2024, às 20H59.
Atualizada em 10.03.2024, ÀS 14H09

Xógum está sendo um sucesso de público e crítica. Um dos maiores elogios é ao respeito da série pelos elementos da cultura e história japonesa. Em entrevista ao Collider, o astro e produtor da série Hiroyuki Sanada descreveu o trabalho no set e a dedicação dos figurantes em tornar toda a ambientação o mais realista possível.

"Usamos muitos extras em Vancouver [no Canadá]. Todos os figurantes japoneses tiveram que aprender muito. Tivemos um treinamento por algumas semanas. Até os caras tiveram que aprender coisas de luta ou cerimônia. As senhoras tiveram que aprender a servir. Tivemos tempo para treinar e eles se saíram muito bem", disse o ator agradecendo cada um dos participantes. "Eu me senti como um pai ensinando".

O ator de 63 anos também contou que fez todas as suas cenas de ação sem o auxílio de dublês. "Fiz tudo. Eu fiz todas as lutas, os passeios a cavalo e tudo sozinho", disse o ator que se mostrou feliz em atuar e produzir ao mesmo tempo. "Nunca é chato, mas principalmente desta vez, por estar envolvido com a criação, e não apenas como ator, a responsabilidade é tão grande sobre meus ombros, mas a felicidade e a alegria foram muito maiores que a pressão."

Baseada no romance homônimo de James Clavell, a produção acompanha o herói britânico John Blackthorne, um marinheiro que se transforma em samurai. Previamente um forasteiro, Blackthorne é usado pelo líder japonês Toranaga, que deseja chegar ao topo da cadeia de controle - posto também conhecido como Xógum.

Esta é a terceira tentativa de realizar um remake da minissérie, que foi ao ar originalmente em 1980 pela rede NBC, e ganhou um Emmy no mesmo ano. Em 2013, o projeto foi encomendado pela Fox, contando até mesmo com a produção de Michael De Luca (A Rede Social), mas foi engavetado. Já em 2018, Xógum bateu novamente na trave, desta vez, já sob a supervisão da FX, mas, segundo o presidente da emissora, John Landgraf, o material simplesmente “não estava a altura”. 

Passando por uma nova reformulação, os novos roteiros, encomendados em 2020, ficaram nas mãos de Justin Marks (Mogli - O Menino Lobo) e Rachel Kondo, que também atuam como produtores da minissérie. 

Xógum está disponível no Star+ com um episódio sendo lançado por semana.

 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.