Untold: Briga na NBA emociona e empolga ao seguir os passos de Arremesso Final

Créditos da imagem: Untold NBA/Netflix

Séries e TV

Artigo

Untold: Briga na NBA emociona e empolga ao seguir os passos de Arremesso Final

Nova série documental da Netflix começa devassando a maior pancadaria da história da NBA e suas consequências, com um pé na produção sobre Michael Jordan

Jorge Corrêa
13.08.2021
12h00
Atualizada em
13.08.2021
12h23
Atualizada em 13.08.2021 às 12h23

Quando Arremesso Final (The Last Dance) estreou em abril de 2020, foi um bálsamo para muitos fãs de esporte, principalmente os de basquete. Afinal, havíamos acabado de começar a quarentena por conta da pandemia da Covid-19, não tinha nenhum evento esportivo acontecendo e todo mundo procurava um carinho na alma, como foi aquela série que contou a trajetória da última temporada de Michael Jordan no Chicago Bulls. A Netflix entendeu muito bem o recado do sucesso da produção e voltou nesta semana com mais uma emocionante série documental esportiva com Untold. Série antológica, ela vai contar seis histórias esportivas, com estreia de cada capítulo às terças-feiras.

Assim como Arremesso Final, a premissa do primeiro episódio também é uma história conhecida. Briga na NBA se debruça sobre aquela que é considerada a pior confusão da história da competição, uma pancadaria entre jogadores de Indiana Pacers e Detroit Pistons no final de um jogo em 2004, briga essa que acabou saindo de qualquer controle e indo, inclusive, para as arquibancadas, envolvendo centenas de pessoas entre atletas, torcedores, seguranças e policiais. Ela resultou em mudanças em regras da liga e as mais severas punições já dadas a jogadores na história da competição.

Mas essa parte, todo mundo já conhece (pelo menos quem acompanha NBA um pouco mais de perto). A série vai além do fã de esporte ao mostrar bastidores e imagens inéditas da confusão e, principalmente, ao entrevistar os principais envolvidos - de jogadores a torcedores - sobre o assunto, algo que muitos deles nunca tinham falado, ou pelo menos não com a franqueza que o fizeram agora, podendo olhar em perspectiva tudo que aconteceu deles depois do ocorrido.

O foco do episódio são três dos protagonistas da briga, os então jogadores dos Pacers Ron Artest (hoje Metta World Peace), Stephen Jackson e Jermaine O’Neal. Os três se abrem em entrevistas reveladoras sobre como e porque eles começaram (ou entraram) naquela briga e, principalmente, como um erro cometido naquele momento marcou para sempre suas carreiras e até mesmo vidas. Eles são unânimes em dizer que tudo poderia ter sido diferente se não fosse aquela confusão, com consequências até para Reggie Miller, histórico jogador do Indiana que acabou se aposentando sem um título da NBA.

Em tempos em que a discussão sobre a saúde mental de atletas está em alta, principalmente depois do que aconteceu com Simone Biles nas Olimpíadas deste ano, o episódio também se encontra com Arremesso Final ao jogar luz em questões psicológicas e psiquiátricas de atletas de alto nível, como são os da NBA, além da pressão que muitos  deles se colocam como responsáveis por tirar suas famílias de situações de pobreza ou vulnerabilidade social. Fica claro como essa bagagem pesa em momentos dramáticos como o mostrado na produção.

Untold vai contar nas próximas semanas, nessa ordem, a história da boxeadora Christy Martin; da medalhista olímpica americana Caitlyn Jenner; de uma equipe de hóquei chamada Trashers (formada por criminosos); além do ex-tenista profissional Mardy Fish. Se a série continuar com a mesma pegada e qualidade do primeiro episódio, os fãs de esporte terão mais cinco semanas de emoção e diversão garantidas.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.