This is Us transforma seu momento mais triste em uma lição sobre amor e família

Créditos da imagem: Youtube/Reprodução

Séries e TV

Artigo

This is Us transforma seu momento mais triste em uma lição sobre amor e família

Série também abriu possibilidades para o futuro

Camila Sousa
06.02.2018
21h46
Atualizada em
24.02.2018
14h02
Atualizada em 24.02.2018 às 14h02

[Cuidado com spoilers do episódio especial do Super Bowl]

O Super Bowl é uma data importante para a família Pearson e o evento de 2018 foi o momento escolhido pelo canal NBC para mostrar a cena mais esperada de This is Us: a morte de Jack (Milo Ventimiglia). Porém, apesar dessa carga emocional pesada, o episódio termina de forma positiva e esperançosa para futuro. Sem trilha sonora, o capítulo começa mostrando como a família reage ao descobrir o grande incêndio na casa. Se o episódio anterior focou na destruição do lar e das belas lembranças, aqui há pouco espaço para isso: as cenas são rápidas e enfatizam o perigo da situação.

Apesar disso, o momento é catártico e os personagens reagem como esperado: com desespero, apreensão, medo e, posteriormente, uma grande e profunda tristeza. Para sua cena mais importante, This is Us fez uma escolha que pode ser considerada corajosa, mas faz sentido com a série: ao invés de criar uma despedida grandiosa, ela mostra a morte de Jack da maneira mais natural e possível. E é exatamente isso o que a torna tão dolorosa e relacionável com o público.

Ao longo das temporadas, This is Us construiu Jack como um homem carinhoso, apaixonado pela família e simples. E todas essas qualidades são exaltadas em suas cenas finais, quando salva aqueles que ama, ao mesmo tempo em que continua paciente e ainda oferece palavras de carinho para ajudar todos em uma situação tão difícil. Jack se sacrifica por amor, de uma forma que apenas ele poderia fazer.

Não há como falar desse episódio sem citar a grande atuação de Mandy Moore. Ao saber que perdeu o grande amor de sua vida, Rebecca reage como se tivesse sentido um soco em seu estômago - junto com todos os espectadores. Mas a força que a personagem encontra para engolir sua tristeza e cuidar dos filhos é algo praticamente inimaginável dadas as circunstâncias. Mais poderosa do que qualquer super-herói, ela enfrentou o maior medo de sua vida e encontrou um modo de continuar.

A dor da perda e a superação do luto também são mostrados em Kate, Kevin e Randall, que respondem à pergunta de como é possível continuar após uma dor tão grande, após perder alguém tão único e especial quanto Jack Pearson. Kate encontra em Toby sua força e sua motivação; Kevin finalmente consegue se perdoar e se despedir do pai como nunca fez antes. Randall, o único que não tinha nenhum sentimento de culpa com o acidente, apenas o luto em sua forma mais pura, vê em suas filhas a oportunidade de continuar o legado de seu pai. É assim que Jack continuará vivo: pelo amor e pelas lembranças de sua família.

Vale citar ainda a primeira cena da série que mostra o futuro, protagonizada por Randall e Tess. Com um jogo de cenas certeiro para aumentar a emoção, o seriado abriu portas e mostrou uma forma positiva de continuar sua história. Se o passado já foi resolvido e os flashbacks vão diminuir, nada melhor do que mostrar aos poucos como será o futuro desses personagens. Randall foi o foco dessa vez, mas nada impede que Kate e Kevin sejam os próximos mostrados em uma fase ainda mais madura.

Misturando uma grande dor com superação, This is Us amarrou suas histórias e, da mesma forma que seus protagonistas, encontrou uma forma de seguir em frente após a morte de Jack. Como Rocky Balboa falou uma vez, nada vai bater tão forte quanto a vida, mas o que importa é o quanto você aguenta sem desistir. E a família Pearson não vai desistir de ser feliz tão cedo.