Lena Luthor e Kara Zor-El em Supergirl

Créditos da imagem: Supergirl/CW/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Fãs de Supergirl se irritam com tratamento narrativo e pedem boicote no Twitter

Relacionamentos rasos de Kara e mau uso de Lena Luthor na série irritaram o público

Arthur Eloi
27.01.2020
13h43

Os fãs de Supergirl estão irritados com desenvolvimentos recentes da série, e foram ao Twitter organizar um boicote ao programa. A hashtag #BoycottSupergirl subiu aos Trending Topics nessa segunda, 27 de janeiro.

A reclamação central parece girar em torno dos relacionamentos superficiais que a protagonista é colocada. Isso já aconteceu antes, e voltou a se repetir na quinta temporada, que agora criou um par romântico entre Kara Zor-El (Melissa Benoist) e o repórter William Dey (Staz Nair). Para agravar, muitos fãs apontam que a personagem já tem tudo que precisa para se envolver com Lena Luthor (Katie McGrath) - que, por sua vez, também tem arcos narrativos mal construídos.

O segundo argumento pode ser uma acusação chamada de Queerbaiting, que é quando uma produção dá indícios que seus personagens são LGBTQ+ mas nunca chega a representar isso na obra principal. Mesmo que esse subtexto entre as duas seja forte, a protagonista sempre é pareada com algum outro homem, geralmente sem profundidade alguma de personagem. Assim, o novo relacionamento de Kara e mau uso de Lena na série fizeram os fãs irem às redes sociais. No Twitter, a hashtag já passou da marca de 10 mil tweets e continua subindo nos Trending Topics.

Supergirl é transmitida no Brasil pelo canal pago Warner Channel.