Séries e TV

Lista

5 lições importantes mostradas em Todo Mundo Odeia o Chris

Série que marcou uma geração está disponível no Prime Video

Camila Sousa
24.01.2021
16h02
Atualizada em
24.01.2021
19h03
Atualizada em 24.01.2021 às 19h03

Se você assistia TV aberta em meados dos anos 2000, com certeza se deparou com a série Todo Mundo Odeia o Chris. Inspirada na juventude do comediante Chris Rock, a produção fez muito sucesso entre os brasileiros por mostrar uma realidade com a qual era mais fácil se identificar.

Ao invés das clássicas séries adolescentes em que tudo dá certo, Todo Mundo Odeia o Chris trouxe uma realidade mais marcante, com o protagonista precisando trabalhar para ajudar sua família e fugindo do bullying para tentar ter uma boa educação. Com a chegada da série ao streaming Amazon Prime Video, separamos abaixo 5 lições importantes mostradas pela série.

Valorizar a família

Grande parte de Todo Mundo Odeia o Chris é focada na dinâmica do protagonista e sua família. Durante as quatro temporadas, a série mostra sempre como a estrutura familiar fez muita diferença na vida do Chris e em suas escolhas. Como um jovem que tinha uma vida difícil, precisando trabalhar para ajudar em casa e sofrendo racismo e bullying constantemente, Chris poderia ter tido escolhas ruins, mas lembrar dos ensinamentos de sua mãe e seu pai sempre o fizeram pensar melhor. Nem sempre os pais do Chris puderam dar o melhor para ele, mas, com o tempo, o protagonista passou a perceber o amor nos pequenos atos. Além disso, a família Rock é como todas as outras: brigam o tempo todo, mas sempre se acertam no final do dia e mostram que amam uns aos outros.

É importante economizar!

Essa é uma das maiores lições passadas pela série, especialmente pelo patriarca da família, Julius. Como um homem pobre que precisava de dois empregos para sustentar a família, Julius sempre valorizou tudo o que ganhou e falou frases que ressoam até hoje, como: “se eu não comprar nada, o desconto é maior”. Ainda que o personagem exagere para dar tons cômicos ao seriado, é fato que seus ensinamentos sobre finanças ainda estão na cabeça de muitos fãs até hoje.

Amigos verdadeiros valem muito

Uma das relações mais importantes mostradas na série é entre Chris e Greg. Embora os dois tenham origens bem diferentes, os dois criam uma amizade muito grande, que se torna outra base na vida do Chris. Ainda que Greg fique um pouco chateado pelas pessoas só verem os dois como uma dupla, essa amizade ajudou o garoto a ser menos tímido e também ajudou o Chris a se manter em uma escola onde sofria bullying constante.

Não julgue as pessoas pela aparência

Entre os vários temas tratados em Todo Mundo Odeia o Chris, um que sempre ficou claro é a importância de não julgar as pessoas pela sua aparência. O próprio Chris foi julgado diversas vezes por sua aparência e também cometeu erros. Em uma das tramas, ele dá o fora em Kelly, uma garota legal que queria ser sua namorada, mas que Chris teve vergonha de andar ao lado na escola por conta de sua aparência. Ao final do episódio, ela surge com um novo visual e dá um fora em Chris. Ainda que a narrativa de “transformação” seja batida, Kelly encontrou sua confiança própria e deu uma lição no próprio Chris.

Preconceito existe

Mesmo sendo uma série de humor voltada para o público jovem, Todo Mundo Odeia o Chris nunca deixou de mostrar que o racismo sempre existiu e era algo presente na vida do Chris e no dia a dia da Bed-Stuy. O mais interessante é que a série mostra como o preconceito acontece de diversas formas: desde a professora que acha estar sendo legal com o Chris, até os xingamentos que ele ouve constantemente do Caruso. Uma das cenas mais famosas do seriado é quando um homem está descrevendo um assaltante para a polícia e a produção mostra que o oficial ouviu apenas que o bandido era negro.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.