Séries e TV

Lista

O que podemos esperar da quarta temporada de My Hero Academia

Novos episódios prometem missões inéditas e um vilão inesperado

Fábio Garcia
12.10.2019
12h19

My Hero Academia chega à quarta temporada neste sábado (12), e dessa vez vamos acompanhar o jovem Midoriya em situações totalmente diferentes: personagens novos, missões inéditas e um vilão que nada tem a ver com o grupo de Tomura Shigaraki... ou será que tem?

A história até o momento

Para entender o que acontecerá nesta temporada, é importante relembrar o final da anterior. Após uma batalha épica entre All Might e o vilão All For One, o herói número 1 do mundo perdeu a habilidade de lutar com um corpo musculoso e foi obrigado a se aposentar. Enquanto isso, a escola de heróis tomou uma decisão ousada para impedir que seus alunos sofram (mais) ataques de vilões: agora todo mundo mora dentro da escola, em um prédio com dormitórios.

Vale lembrar também que rolou um arco no qual os alunos da escola participaram de um exame para tirar a licença provisória de herói, documento imprescindível para atuar na área durante o período escolar. E que, após essa competição, Bakugo chamou Midoriya para um papo sério... que na verdade era porrada mesmo. Os dois amigos de infância lutaram como uma forma de se entender e acertaram as coisas ali na mão.

E esse foi o ponto em que My Hero Academia parou no anime: Deku e Bakugo se "entenderam" (com muitas aspas), muitos personagens já podem trabalhar como estagiários para heróis profissionais e os vilões estão bem sumidos após a derrota de All For One.

Mudança no ritmo da história

Uma das principais mudanças que veremos na quarta temporada de My Hero Academia é na estrutura da história. Estávamos acostumados a ver a turma 1-A participando de torneios ou enfrentando vilões (que sempre atacavam atividades escolares em grupo), mas dessa vez teremos um grupo menor de personagens agindo. O motivo? O tal do estágio!

Os alunos batalham para conseguir um estágio nas várias agências de heróis da cidade e o jovem Deku consegue uma vaga na organização de Nighteye, nada menos que um antigo parceiro do All Might. O discípulo do maior herói do mundo ainda será parceiro de Mirio Toogata, aluno introduzido na temporada anterior e que já se revelou como um dos mais fortes personagens de My Hero Academia (e com um dos poderes mais bizarros também). É bom avisar que os heróis do Top 3 da U.A. terão muito destaque nessa nova fase da história!

A agência do Nighteye está envolvida em uma investigação do criminoso chamado Overhaul, que comanda uma espécie de yakuza e está armando alguma coisa envolvendo uma droga que aumenta os poderes de quem a ingere. Claro que o azar do Deku se manifesta no pior momento possível e o protagonista se vê no meio de uma gigantesca operação envolvendo várias agências de heróis contra o grupo de Overhaul, conhecido como Os Oito Preceitos da Morte.

É bom esquecer um pouco a variedade de personagens da escola de heróis porque nesta temporada veremos pouquíssimos alunos da U.A., com destaque para Midoriya (claro!) e seu colega Kirishima, e conheceremos muitos heróis profissionais em uma missão séria nesse mundo de My Hero Academia. E como grandes heróis e grandes missões envolvem grandes responsabilidades, a quarta temporada oferecerá perdas equivalentes à grandiosidade da missão. Em outras palavras, há personagem aí que perderá MUITA coisa.

Os Oito Preceitos da Morte

O novo grupo de vilões aparece para dar um respiro ao público, afinal ficaria um pouco cansativo ver Midoriya e seus amigos (e professores) do 1-A enfrentando pela enésima vez a Liga dos Vilões. É bom o roteiro dar umas férias para Shigaraki, mas não pense que ele estará sumido por muito tempo não.

Uma das grandes atrações do arco dos Oito Preceitos da Morte é a invasão à base do grupo de Overhaul. Em uma operação que lembra bastante o ataque ao castelo das formigas quimera em Hunter x Hunter, veremos uma união entre heróis profissionais e seus estagiários se infiltrando em um covil repleto de inimigos poderosos. E como na série citada, o plano dá errado e tudo passa a funcionar na base do improviso.

Por estarem unidos por um código moral e por suas próprias regras, os Oito Preceitos da Morte se revelam inimigos muito mais persistentes do que os vilões da Liga. Ninguém quer ir contra a vontade de Overhaul, até porque todos o consideram quase como um membro da família.

O arco dos Oito Preceitos da Morte pode não trazer muita novidade para quem já acompanha o mangá no Brasil, publicado pela editora JBC. Essa fase da história já foi totalmente publicada aqui no país, e os volumes podem ser encontrados com facilidade em livrarias e lojas especializadas. Mas se você quer ver a porrada comendo solta em animação, assinantes da Crunchyroll têm acesso ao episódio no mesmo dia da exibição japonesa (ou seja, aos sábados) e demais pessoas podem ver o episódio uma semana depois, de graça com exibição de propagandas. As próximas semanas prometem ser bem agitadas.