Chloe Bennet, a Florzinha da série de As Meninas Superpoderosas, no Instagram

Créditos da imagem: Instagram/Reprodução

Séries e TV

Notícia

As Meninas Superpoderosas | Chloe Bennet muda visual para ser Florzinha na série

Atriz publicou vídeo com cabelo pintado de vermelho

Arthur Eloi
24.03.2021
14h31

Chloe Bennet já começou a se preparar para a série live-action de As Meninas Superpoderosas. No Instagram, a atriz que viverá Florzinha no programa, publicou um vídeo em que aparece de cabelos vermelhos, dizendo: “Uma asiática, ruiva e heroína (de novo). É isso aí! Normalize ser quem você quiser.” Veja abaixo:

O trio de Florzinha, Lindinha e Docinho será vivido, respectivamente, por Chloe Bennet, Dove Cameron e Yana Perrault. Bennet é conhecida especialmente por ter integrado elenco de Agents of SHIELD, da Marvel, série que também teve Cameron no elenco. No entanto, a intérprete de Lindinha é mais conhecida pelo papel de Mal em Descendentes. Já Perrault é mais conhecida por sua carreira na Broadway e esteve recentemente no musical Jagged Little Pill, de Alanis Morissette.

Na nova versão, as heroínas já são jovens de uns 20 e pouco anos, que se sentem desiludidas por terem passado suas infâncias combatendo o crime. Mas, talvez, elas precisem se reunir agora que o mundo precisa delas novamente.

As garotas também terão mudanças em suas personalidades: antes líder do grupo, Florzinha se tornou mais ansiosa e reclusa após ter sido uma heroína ainda criança. Na série, ela vai trilhar o caminho para voltar a ser uma líder - dessa vez nos seus próprios termos. Já Lindinha, que conquistou a todos na infância com sua fofura, continua dessa forma, mas essa personalidade esconde uma sagacidade e dureza inesperadas. Na série, ela estará mais interessada em recuperar sua fama do que salvar o mundo - mas ela pode surpreender a todos. E Docinho, que sempre foi a mais rebelde do grupo, é mais sensível do que o exterior sugere e chegou à vida adulta tentando se livrar da identidade de Menina Superpoderosa, para viver uma vida anônima.

O projeto é de Diablo Cody, roteirista de Juno e Garota Infernal, com Heather Regnier, produtora de iZombie e do revival de Veronica Mars. Greg Berlanti (do Arrowverse), Sarah Schechter e David Madden também servem à produção executiva. Se o piloto, após filmado e exibido para os executivos da CW, for aprovado, a emissora encomendará uma temporada completa.

Não há previsão de estreia para a série live-action de As Meninas Superpoderosas. A série original foi criada por Craig McCracken, e ficou no ar durante seis temporadas. A trama girava em torno de três meninas superpoderosas, que foram criadas acidentalmente pelo Professor Utônio.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.