Séries e TV

Artigo

Netflix apresenta princesa guerreira em jornada épica em Maya e os 3 Guerreiros

Descrita como "um evento animado", produção comandada pelo diretor de Festa no Céu ganhou seu primeiro teaser nesta terça (24)

Mariana Canhisares
24.08.2021
11h10
Atualizada em
24.08.2021
11h23
Atualizada em 24.08.2021 às 11h23

A Netflix divulgou o primeiro teaser de Maya e os 3 Guerreiros, nova animação do streaming criada por Jorge R. Gutiérrez, o diretor de Festa no Céu. A prévia apresenta a protagonista Maya, uma princesa guerreira que correrá contra o tempo para cumprir uma antiga profecia do seu povo. Confira acima.

Ao longo de quatro horas e meia, divididas em nove episódios, Maya e os 3 Guerreiros acompanha uma rebelde e valente princesa que, prestes a ser coroada, é pega de surpresa com a notícia de que deuses do submundo a querem como um sacrifício por causa do passado misterioso da sua família. Para salvar a sua vida, assim como as daqueles que ama, ela parte em uma jornada para encontrar os três grandes guerreiros descritos por uma antiga profecia que poderão ajudá-la a derrotar esses deuses sedentos por vingança.

O Omelete teve acesso a um conteúdo exclusivo da animação, apresentado por Gutiérrez, em que o diretor revelou as inspirações para o projeto. Claramente empolgado com a produção, descrita como "um evento animado" e não uma minissérie, o cineasta mexicano contou que Maya e os 3 Guerreiros nasceu de uma mistura de dois elementos.

O primeiro deles foi a sua vontade de acompanhar uma protagonista feminina.Isso porque tanto Festa no Céu, quanto El Tigre: As Aventuras de Manny Rivera, seus trabalhos anteriores, são aventuras focadas em personagens homens. Somando a essa vontade de sair da sua zona de conforto, Gutiérrez olhou para as mulheres da sua vida, isto é, sua mãe, sua esposa e sua irmã, a quem descreveu como guerreiras, para criar a personalidade de Maya, essa princesa com sede de aventura.

Tendo carta branca para fazer o que quiser, também foi importante para o diretor criar uma jornada épica que permitisse a construção de um universo rico e complexo. Para isso, tomou como exemplo três filmes: Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa; a trilogia d'O Senhor dos Anéis, de Peter Jackson; e Três Homens em Conflito, de Sergio Leone, e uniu o heroísmo das produções à sua intenção de homenagear as diferentes facetas da cultura da Mesoamérica.

"Queria fazer a minha interpretação fantástica dessas eras e dessas histórias incríveis", explicou enquanto mostrava artefatos do Museu Nacional de Antropologia da Cidade do México, local onde criança ele percebeu pela primeira vez que aquela mitologia que tanto o encantava, com seus dragões e elementos mágicos, não vinham só da Europa, mas estavam ali também na sua cultura.

Veja as primeiras imagens em alta da animação:

O elenco original de dubladores conta com Zoe Saldana, Diego Luna, Stephanie Beatriz, Gael García Bernal, Alfred Molina e Rita Moreno. Já as vozes nacionais da produção são de Jacque Souza, Ramon Campos, Renan Freitas, Rebeca Jóia, Marcelo Campos, Luiz Laffey, Mabel Cezar, Izabel Lira, Luiz Carlos Persy e Adriana Pissardini.

Por enquanto, não há previsão de estreia para Maya e os 3 Guerreiros.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.