Mariska Hargitay em Law & Order: SVU

Créditos da imagem: Law & Order: SVU/NBC/Reprodução

Séries e TV

Notícia

Mariska Hargitay, de Law & Order: SVU, revela que foi vítima de estupro

Atriz descreveu incidente ocorrido nos anos 1990

Omelete
3 min de leitura
10.01.2024, às 15H09
ATUALIZADA EM 11.01.2024, ÀS 13H59
ATUALIZADA EM 11.01.2024, ÀS 13H59

AVISO DE GATILHO: O texto a seguir contém descrição de abuso sexual.

A atriz Mariska Hargitay, conhecida por estrelar a série Law & Order: SVU, onde interpreta uma detetive encarregada de lidar com casos de abuso sexual, revelou em artigo publicado na People que também é uma sobrevivente de estupro.

Segundo o texto de Hargitay, o incidente ocorreu quando estava na casa dos 30 anos (ou seja, nos anos 1990): "Não foi sexual de nenhuma forma. Foi sobre dominância e controle. Controle esmagador".

"Ele era um amigo, e depois não era mais. Tentei de todas as formas fugir dele. Tentei fazer piadas, ser charmosa, estabelecer um limite, dizer 'não'. Ele me agarrou pelos braços e me segurou na cama. Estava aterrorizada. Não queria que escalasse para a violência — hoje sei que já era violência sexual, mas na hora tive medo que ele se tornasse fisicamente violento. Eu congelei, o que é uma resposta bem comum ao trauma quando não existe possibilidade de escapatória. Deixei o meu corpo", descreveu ainda a atriz.

Hargitay explicou também porque, em ocasiões anteriores, evitou se identificar como sobrevivente de abuso — tanto ao falar sobre o seu trabalho em SVU, quanto como fundadora da ONG Joyful Heart, que também ajuda vítimas de crimes sexuais.

"Eu não conseguia processar [o que aconteceu comigo]. Não conseguia acreditar que tinha acontecido. Que poderia acontecer. Então cortei isso da minha vida, removi da minha narrativa. Hoje, tenho tanta empatia pela parte de mim que fez essa escolha, porque foi a parte que me fez seguir adiante. Eu honro essa parte de mim dizendo: fiz o que precisei fazer para sobreviver", escreveu ela.

Comentando ainda sobre a relação com os fãs de SVU, Hargitay continuou: "Os sobreviventes que assistiram à série me disseram que eu os ajudei e os dei força. Mas foram eles que se tornaram uma fonte de força para mim. Eles passaram pela escuridão, pela crueldade, por uma desconsideração absoluta de sua autonomia, e fizeram o que precisavam para sobreviver. Para alguns deles, isso significa que Olivia Benson é uma grande parte de suas vidas — o que é uma honra enorme para mim".

A atriz arrematou seu texto garantindo que continuará atuando contra a violência sexual. "Este é um problema que persiste não por causa de algo imutável da condição humana, mas porque estruturas de poder estão colocadas de uma forma que permitem que ele persista. Essas estruturas de poder são tão pervasivas que ninguém é imune delas. Elas criam pensamentos como: 'Eu devo ter feito algo para causar isso'. E a nossa sociedade concorda: 'Sim, você fez isso consigo mesmo'. Isso é falso, e precisa mudar. A violência acaba quando a estrutura de poder muda", declarou.

Law & Order: SVU está disponível para streaming no Globoplay e no Prime Video. 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.