Séries e TV

Artigo

Lembra Desse? Caverna do Dragão

Relembre as aventuras de Hank, Presto, Eric, Diana, Sheila e o jovem Bobby - e conheça o final nunca gravado da série

Érico Borgo
09.08.2004
00h00
Atualizada em
05.11.2016
01h59
Atualizada em 05.11.2016 às 01h59

Os seis amigos no parque.

O DVD com os primeiros episódios.

Hank, Eric, Diana. Presto,
Sheila, Bobby e Uni.

Outro volume do DVD

O Mestro dos Magos

O Vingador.

Hank e seu arco.

O poderoso Tiamat.

Os anos 1980 produziram desenhos animados memoráveis: Thundercats (1985), He-Man (1983), Comandos em Ação (1983), Os Ursinhos carinhosos (1985)... todos apareceram na primeira metade daquela década. Na mesma época também surgiu a animação Dungeons & Dragons, que tornou-se um enorme sucesso mundial e, até hoje, é um dos desenhos mais comentados na Internet e em rodas de amigos.

Batizada por aqui como Caverna do Dragão, a aventura tem como base o popular RPG Dungeons & Dragons, criado por Ernest Gary Gygax em 1974. Originalmente, o programa - que tinha como produtora a Marvel Entertainment Group - seria intitulado Swords and Sorcery e não possuia a licença da TSR (empresa dona da marca D&D). Recusado pela emissora, o desenho voltou para a prancheta. Um ano depois, a Marvel assinou contrato com a produtora do jogo e a aventura foi totalmente remodelada pelo roteirista Dennis Marks, que pôde utilizar conceitos do RPG e o título oficial: Dungeons & Dragons. Mais tarde, o programa foi lapidado por Mark Evanier, conhecido quadrinhista que colaborava com Sergio Aragonés nas histórias do bárbaro Groo.

Caverna do Dragão foi exibido pela primeira vez na rede de televisão norte-americana CBS em setembro de 1983. A aventura segue alguns dos estereótipos dos primeiros RPGs, mas adiciona elementos dramáticos ao usual "grupo de aventureiros numa terra estranha".

Na trama, Hank, Presto, Eric, Diana, Sheila e o jovem Bobby vão, certa noite, a um parque de diversões em sua cidade. Porém, ao entrarem em uma montanha russa chamada "Dungeons and Dragons", o grupo é transportado magicamente a um misterioso mundo medieval com dois sóis, povoado de criaturas horrendas, cenários de fantasia e perigos terríveis. Atordoados e indefesos, os seis são recepcionados por uma estranha figura: o enigmático anão chamado Mestre dos Magos (Dungeon Master). Condoído, o mestre fornece a cada um dos amigos um artefato místico, que pode ser usado para combater os perigos do local e que serão cruciais na busca do grupo pelo portal que os levará de volta para casa. Vale notar que o papel do personagem se confunde com o do "Mestre" dos role playing games, jogador que controla a ação e fornece as missões para o grupo.

Dessa forma, cada um dos jovens torna-se um tipo diferente de personagem dos RPGs. O destemido Hank (o arqueiro) recebe um arco que lança setas de energia. O atrapalhado Presto (o mago) ganha um chapéu capaz de fazer mágicas. O resmungão Eric (o cavaleiro) é equipado com um escudo capaz de refletir qualquer ataque. Diana (a acrobata) empunha um cajado extensível que amplia suas habilidades acrobáticas. Os irmãos Bobby (o bárbaro) e Sheila (a ladra) recebem uma destrutiva clava e uma capa invisível, respectivamente.

Juntos, os seis amigos e suas habilidades complementares são capazes de enfrentar qualquer ameaça, mesmo as mais terríveis, como o cruel Vingador, um feiticeiro demônio com asas de morcego cujo passado está ligado de alguma forma ao do Mestre dos Magos. O objetivo principal de tal criatura é roubar os seis artefatos mágicos dados aos jovens e ele não mede esforços para atingi-lo. Principal vilão do desenho, o Vingador conta com um servo sombrio, que passa boa parte do tempo espionando os garotos, e seu ponto fraco é o dragão de cinco cabeças Tiamat.

Aventura sem fim

Além da aventura fantasiosa, o desenho é bastante lembrado pelos dilemas morais enfrentados pelos protagonistas. Em mais de uma ocasião, eles encontraram uma passagem de volta para casa e não puderam atravessá-la pois estavam empenhados em alguma causa mais nobre no mundo fantástico. Todavia, seu maior estorvo era mesmo o Uni, o filhote de unicórnio adotado por Bobby, que teria que ser deixado para trás numa eventual fuga para a realidade. O bicho também estava sempre metido em confusão, o que sempre causava o grito de desespero de seu dono: "Uuuuuuniiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!".

O desenho teve três temporadas e apenas 27 episódios no total. Na época, não era comum a criação de um episódio final de encerramento de telesséries e desenho animados, portanto, todos os rumores sobre um suposto "último capítulo" que circulam até hoje na Internet são totalmentes falsos. Não existe tal desenho e certamente nenhum "amigo do amigo" jamais o assistiu!

Entretanto, Karl Geurs, um dos produtores de D&D chegou a encomendar na época um episódio final, que foi entregue em 1985 para o estúdio por Michael Reaves, um dos roteiristas da série. Infelizmente, esse capítulo derradeiro das aventuras dos seis amigos jamais foi produzido e não saiu do papel.

Na aventura final, disponibilizada uma década mais tarde pelo escritor, o Mestre dos Magos e o Vingador chegam a um entendimento. Para colocarem um fim nas homéricas batalhas, empreenderão um último - e grandioso - teste aos seis aventureiros. Se vencerem, eles poderão voltar para casa, sem surpresas. Se falharem, além das armas também perderão as vidas.

O capítulo começa com o grupo às voltas com uma gigantesca hidra, que quase consegue ter êxito onde o Vingador falhou. Prestes a perecerem, os seis avistam o Mestre dos Magos - que se recusa a ajudá-los. Com sorte, eles acabam com a criatura, mas sua fé no Mestre fica terrivelmente abalada. Mais uma vez sem rumo, Hank, Presto, Eric, Diana, Sheila e Bobby recebem a vista do Vingador, que vem em paz. Numa rápida conversa, ele sugere que o Mestre dos Magos sempre foi o causador da desgraça deles: "por que vocês acham que seus conselhos sempre levam vocês a batalhas?". Dito isso, o vilão propõe uma missão que, se bem sucedida, garantirá ao grupo a passagem de volta para casa: destruirem uma chave guardada numa tumba na fronteira do mundo.

A novidade divide o grupo. Eric, Presto e Sheila decidem ajudar o Vingador, enquanto Hank, Diana e Bobby permanecem fiéis ao antigo mentor. Começa uma corrida até o local da torre, que quase acaba em desastre. Quando Hank dispara uma flecha para tentar a atrasar o outro grupo, Eric a reflete, fazendo-a cair dentro de um vulcão, que entra em atividade. Por pouco o cavaleiro, a ladra e o mago não morrem na lava e o desespero toma conta dos seis, que acabam percebendo que sua separação só trará problemas. Quando enfim decidem entrar na tumba, os amigos deparam-se com um visão perturbadora. A figura do Vingador estampa o sarcófago, mas sem as asas, chifres e presas. Dentro do caixão está a chave que devem destruir. Depois de uma dramática luta com uma criatura ameba gigante e da aparente morte de Hank (!), Eric decide honrar o último desejo de seu amigo e não destrói a chave, como queria o Vingador. Ele prefere utilizá-la para abrir uma porta que havia dentro da tumba. O resultado é cataclísmico: raios começam a destruir as fortalezas do mal, portais são abertos em diversos pontos do planeta e levam raças inteiras de volta para suas casas e o Vingador é desintegrado. Em seu lugar, surge a figura do sarcófago!

No final, o próprio Vingador - em sua nova versão - explica que ele havia escolhido seguir um mestre maligno há muito tempo e que foi totalmente dominado por ele, transformando-se numa espécie de diretor da masmorra dimensional que era aquele mundo. Sua essência estava trancada na tumba - o único lugar do planeta onde o Mestre dos Magos - seu PAI - não podia entrar. Ao abrir a porta, Eric liberou a essência e todo o mal que ele tinha realizado se dissipou. Depois de reencontrarem Hank - que estava vivo - os seis amigos param em frente à porta que os levará para casa. "Mas claro que vocês podem ficar para nos ajudar a acabar com tudo de ruim que ainda existe por aqui", oferece o Mestre. Antes que a resposta seja dada, a cena abre, mostrando o exterior da tumba, a planície e diversos cenários do mundo de Caverna do Dragão. O episódio acaba assim... sem sabermos se Hank, Presto, Eric, Diana, Sheila e Bobby decidiram voltar para casa ou se estão - até hoje - lutando ao lado do Mestre dos Magos e seu filho, para a libertação total do mundo transformado em prisão pelo mestre maligno do Vingador.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.