Jussie Smollett é preso por apresentar acusações falsas

Créditos da imagem: Fox Production Co/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Jussie Smollett é preso por apresentar acusações falsas

Atualizado: polícia disse que o ator estava insatisfeito com o seu salário

Julia Sabbaga
21.02.2019
09h43
Atualizada em
21.02.2019
12h46
Atualizada em 21.02.2019 às 12h46

O ator de Empire, Jussie Smollett, foi preso após suspeita de ter forjado o seu próprio ataque. Segundo o TVLine, o ator se entregou à polícia após ser acusado de conduta desordeira e arquivar um relatório policial falso. Se considerado culpado, o ator pode passar três anos na cadeia. 

As informações foram divulgadas pelo porta-voz da polícia de Chicago, Anthony Guglielmi, que informou que as autoridades contatarão os advogados para negociar a soltura sob fiança do ator. 

[Atualizado 12:42: Em uma coletiva de imprensa, a polícia de Chicago disse que Smollett forjou o ataque por estar insatisfeito com o seu salário em Empire. Segundo a EWEddie Johnson, o superintendente da polícia, disse que o ator pagou US$ 3,500 a dois homens que ele conhecia como figurantes em Empire para realizar o ataque]

O relato inicial de Smollett afirma que ele estava em Chicago quando foi abordado por dois homens que fizeram ofensas racistas e homofóbicas (o ator assumiu a homossexualidade em 2015, no programa de Ellen DeGeneres). Os dois então teria batido no ator, amarrado-o com uma corda ao redor do pescoço e jogado-o uma substância química, posteriormente descoberta como alvejante. O ator também afirmou que ouviu os agressores eram MAGA (de "Make America Great Again", apelido dado aos eleitores de Donald Trump).

Algumas semanas após a denúncia, a mídia de Chicago reportou que o caso poderia ser forjado. "Diversas fontes" do jornalista Rob Elgas, da ABC 7,  apontam que o incidente foi falsificado pois o ator estava descontente que seu personagem em Empire, Jamal Lyon, seria retirado do programa. Outro relato por parte de Brad Edwards, da CBS Chicago, indica que as "duas testemunhas não-prestativas" que estão sendo investigadas são os homens que ajudaram Smollett no golpe - tanto é que a mídia da cidade até chegou a afirmar que um dos investigados já foi figurante no seriado. Na ocasião, a polícia afirmou que ainda não tinha evidências para confirmar as matérias mas que as pistas seriam apuradas.

Pamela Sharp, que representa o ator, respondeu dizendo trata-se apenas de "rumores ridículos", e que Smollet está sendo "muito prestativo e consistente" em seu relato. Por fim, a Fox, emissora que produz e transmite Empire nos EUA, também se pronunciou ao TV Line dizendo que não havia planos de demitir o ator do seriado. Fique de olho no Omelete para mais atualizações sobre o caso.