Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/YouTube/Reprodução

Séries e TV

Artigo

Game of Thrones | Como a relação entre Starks e Daenerys vai moldar o final

Primeiro teaser da última temporada deu algumas pistas sobre a história

Camila Sousa
07.01.2019
14h35

2019 marca a estreia da última temporada de Game of Thrones, mas até agora pouco se sabe sobre a história que será contada. O livro mais recente da série, A Dança dos Dragões, foi publicado em 2011 e termina [cuidado com spoilers] com Jon Snow sendo morto pelos colegas da Patrulha da Noite. Assim, a série da HBO caminha com as próprias pernas há algum tempo e isso torna o futuro imprevisível.

Durante a transmissão do Globo de Ouro 2019, o canal divulgou uma prévia do novo ano que dá algumas pistas sobre como será a despedida de Westeros - assista aqui. No trecho, Daenerys e Jon Snow chegam a Winterfell e Sansa afirma para a jovem Targaryen que “Winterfell é sua, Vossa Alteza”, com um tom duro na voz. Apesar de muita curta, a cena revela que a relação entre os Starks e Targaryens vai moldar o final da série.

No sétimo ano, Daenerys perdeu um dos seus dragões para o Rei da Noite no episódio “Beyond the Wall” e prometeu a Jon Snow que vai derrotar essa ameaça. Os dois se aproximam durante a viagem de volta da Muralha e terminam a temporada juntos. Sansa ficou encarregada de cuidar de Winterfell durante a ausência do irmão e conseguiu, junto com Arya, finalmente derrotar Mindinho, que continuava tentando colocar os Starks um contra o outro.

Mas antes mesmo do personagem de Aidan Gillen exercer sua influência, Jon e Sansa já discordavam sobre alguns pontos e ela não ficou feliz em saber das decisões que o meio-irmão tomou sem lhe comunicar. Sansa é a Lady de Winterfell, carrega o sobrenome da família e se preocupa em manter os lords da região unidos contra uma ameaça maior (leia-se o Rei da Noite, mas também Cersei Lannister). Pela pequena cena revelada no teaser, ela não parece feliz em entregar seu local de origem nas mãos de uma desconhecida. Os olhares dos personagens também indicam que Jon e Daenerys perceberam esse desconforto.

Pelo menos até o segredo sobre sua origem ser revelado, Jon Snow está totalmente ao lado de Daenerys e pretende apoiar suas decisões. Isso quer dizer que se Sansa discordar do caminho das coisas, uma briga entre os irmãos Stark pode facilmente acontecer. Nesse caso, de qual lado Arya ficaria? Ela gosta muito de Jon, mas criou um laço importante com Sansa na derrota de Mindinho. E Bran? Ele sabe que Jon e Dany têm um parentesco e pode ser contra o relacionamento dos dois.

Qualquer que seja o caminho, um conflito interno deixa Winterfell vulnerável tanto para o Rei da Noite, que passou pela Muralha, quanto para Cersei, que já mostrou que não pretende ajudar os nortenhos e pode atacar ao menor sinal de fraqueza. Por outro lado, se uma união realmente forte surgir entre Daenerys e os irmãos Stark, eles se tornam o grupo mais poderoso do continente e, mesmo com a ameaça inesperada do dragão zumbi e a traição dos Lannisters, há uma grande chance de vitória nessas duas frentes unindo os conhecimentos de Sansa, a estratégia de Tyrion e Daenerys e a coragem de Snow.

O último ano de Game of Thrones estreia apenas em abril e a história só ficará mais clara com o lançamento dos trailers completos. Mas fica óbvio a partir de agora que o entendimento entre os Starks e Daenerys é de suma importância para a vitória. Afinal, como Ned Stark não cansava de dizer, o lobo solitário morre, mas a alcateia permanece.