Empire | Fox removerá Jussie Smollett dos episódios finais da 5ª temporada

Créditos da imagem: Empire/Fox/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Empire | Fox removerá Jussie Smollett dos episódios finais da 5ª temporada

Emissora barrará aparição do ator após sua prisão por fingir ter sofrido um ataque

Arthur Eloi
22.02.2019
12h33

Após ser preso por falsificar um ataque homofóbico, o ator Jussie Smollett foi removido dos episódios finais da quinta temporada de Empire. A informação é da Variety.

Em comunicado, os produtores-executivos falaram: "Os eventos das semanas passadas foram incrivelmente emocionais para nós. Jussie tem sido um membro importante da família Empire pelos últimos cinco anos, e nos preocupamos profundamente por ele. Enquanto essas acusações são muito perturbadoras, estamos confiando nos sistema judical enquanto o caso avança. Estamos cientes das consequências disso no restante do elenco e equipe que trabalham no programa, então para evitar quaisquer problemas no set, decidimos remover o papel de Jamal dos dois episódios finais da quinta temporada."

O relato inicial de Smollett afirma que ele estava em Chicago quando foi abordado por dois homens que fizeram ofensas racistas e homofóbicas (o ator assumiu a homossexualidade em 2015, no programa de Ellen DeGeneres). Os dois então teria batido no ator, amarrado-o com uma corda ao redor do pescoço e jogado-o uma substância química, posteriormente descoberta como alvejante. O ator também afirmou que ouviu os agressores eram MAGA (de "Make America Great Again", apelido dado aos eleitores de Donald Trump).

Algumas semanas após a denúncia, a mídia de Chicago reportou que o caso poderia ser forjado. "Diversas fontes" do jornalista Rob Elgas, da ABC 7,  apontam que o incidente foi falsificado pois o ator estava descontente que seu personagem em Empire, Jamal Lyon, seria retirado do programa. Outro relato por parte de Brad Edwards, da CBS Chicago, indica que as "duas testemunhas não-prestativas" que estão sendo investigadas são os homens que ajudaram Smollett no golpe - tanto é que a mídia da cidade até chegou a afirmar que um dos investigados já foi figurante no seriado. Na ocasião, a polícia afirmou que ainda não tinha evidências para confirmar as matérias mas que as pistas seriam apuradas.

Na última quarta (20), Smollett passou a ser considerado um suspeito por falsificação e, no dia seguinte, foi preso. Em coletiva de imprensa, a polícia de Chicago afirmou que o ator forjou o ataque por estar insatisfeito com seu salário no seriado. Para a encenação, ele pagou US$3.500 a dois homens que atuavam como figurantes no programa para realizar o "ataque". Smollett aguarda julgamento e pode pegar alguns anos de cadeia pelo seu feito.