Cena da série Emily em Paris

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Emily em Paris | Ucrânia reclama de estereótipo em personagem da série

Ministro da cultura ucraniano apontou olhar ofensivo por parte da produção

Pedro Henrique Ribeiro
04.01.2022, às 13H17

A segunda temporada da série Emily em Paris, da Netflix, foi criticada pelo ministro da cultura da Ucrânia, Oleksandr Tkachenko. O político considerou a personagem Petra (Daria Panchenko) estereotipada. 

"Em Emily em Paris, temos uma imagem caricata de uma mulher ucraniana que é inaceitável. Também é um insulto", escreveu Tkachenko no Telegram [via BBC]. "É assim que os ucranianos são vistos no exterior?", continuou.

Na série, a personagem de Panchenko comete um furto durante sua viagem além do seu medo de ser deportada. A primeira temporada da série também foi criticada por franceses pela imagem caricata que fez de Paris e seus habitantes.

Criada por Darren Star (Sex and the City), a trama acompanha a social media norte-americana Emily (Lily Collins), que recebe a oportunidade de trabalhar em Paris. Em um país novo, ela precisa lidar com a barreira de linguagem, chefes raivosos, os desafios de sua profissão, e também vários romances.

Além de Collins, Emily in Paris também conta com Kate WalshWilliam AbadieAshley Park e Samuel Arnold. As duas primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.