Séries e TV

Notícia

Disney não pretende "matar" a Netflix com o lançamento do novo streaming, diz executivo

Serviço será lançado em algum momento de 2019

Mariana Canhisares
14.02.2018
11h40
Atualizada em
14.02.2018
17h07
Atualizada em 14.02.2018 às 17h07

O estrategista-chefe da Walt Disney Co., Kevin Mayer, afirmou na conferência Code Media que o lançamento do próprio serviço de streaming do estúdio não tem a intenção de acabar com a Netflix (via Deadline). "Eu, pessoalmente, gosto da Netflix. Eles têm um ótimo produto. Eles vão muito bem no mercado. Não estamos tentando ferir ou matar a Netflix."

Netflix/Reprodução // Disney/Reprodução

Segundo Mayer, a decisão de tirar as produções do estúdio do catálogo da Netflix é um modo de melhorar o próprio serviço, permitindo que os filmes fiquem disponíveis para assistir em casa primeiro na plataforma da empresa.

Ele, que também é membro do conselho de diretores do Hulu, não deu muitos detalhes sobre o futuro do serviço. Na ocasião, Mayer se limitou a dizer: "estamos apoiando o crescimento do Hulu. Será um serviço grande e lucrativo."

Em agosto de 2017, a Disney anunciou seu plano de lançar o próprio serviço de streaming nos Estados Unidos, em 2019. Lá, a empresa disponibilizará filmes como Toy Story 4Frozen 2, o live-action de O Rei Leão, entre outros. Além disso, a Disney pretende investir em produções exclusivas no formato de TV.

Na ocasião, a Netflix garantiu que os assinantes terão acesso aos filmes da Disney no serviço até o final de 2019, incluindo todos os novos títulos que estrearão nos cinemas até o final de 2018. "Continuamos a fazer negócios com a Walt Disney Company globalmente em muitas frentes, incluindo o nosso relacionamento com a Marvel TV, em andamento", diz o comunicado oficial da empresa. 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.