A Lenda de Vox Machina (Prime Video/Divulgação)

Créditos da imagem: A Lenda de Vox Machina (Prime Video/Divulgação)

Séries e TV

Crítica

A Lenda de Vox Machina faz da despretensão seu ponto mais forte na 1ª temporada

Série animada da Critical Role aposta na galhofa para entreter com facilidade

Omelete
3 min de leitura
Pedro Henrique Ribeiro
07.03.2022, às 16H22
ATUALIZADA EM 07.03.2022, ÀS 16H57
ATUALIZADA EM 07.03.2022, ÀS 16H57

Produção animada do Amazon Prime Video, A Lenda de Vox Machina faz da trama fácil e extremamente divertida o caminho para facilitar sua sátira. Sem medo do ridículo, a história contada com as vozes dos dubladores da Critical Role (na versão em inglês) debocha do higienismo do universo de fantasia, trazendo para a tela a todo momento assuntos tabus e muita carnificina.

Na série, Vox Machina é um grupo encrenqueiro e desorganizado de caçadores de recompensa. Inspirados nas classes de RPG, como elfos, duendes e bardos, os personagens encaram diversas ameaças combinando suas diferentes habilidades, como um verdadeiro time de MMORPG. Após se verem desabrigados e banidos de sua taverna favorita, eles decidem aceitar um trabalho grande e acabam se tornando lendas. A fama dá a eles acesso a ambientes requintados, mas também traz consigo fantasmas do passado que definem o desfecho da primeira temporada.

As histórias dos protagonistas são propositalmente rasas e não fazem grande diferença para o que vemos na tela. Até mesmo quando se trata de Percival, o pistoleiro que motiva os últimos episódios da temporada, não conhecemos a vida dele por completo. A Lenda de Vox Machina não quer prender você aos seus personagens muito menos mergulhar em arcos de redenção complexos. O objetivo aqui é entreter, sem depender de grandes reviravoltas de roteiro.

Apostando em um humor escrachado, a série sai em busca do riso frouxo, seja com piadas de duplo sentido, flertes inesperados ou corpos sendo dilacerados. No centro dessa variedade de acontecimentos quase sempre está o bardo Scanlan, com um enorme apelo sexual, ou o bárbaro Grog, que ocupa a vaga do musculoso sem neurônios que ama colocar tudo abaixo. Esses diferentes traços de personalidade do grupo também são combinados para gerar momentos mais descontraídos, como as clássicas cenas em que o personagem engraçado tira o amigo sisudo do sério, ou quando o brutamontes revela um lado sensível.

Apesar de não ter muito a oferecer, a série organiza muito bem seus elementos e entrega um resultado cativante. A Vox Machina não é composta por personagens que você conhece ao longo do tempo e acaba cedendo um lugar no seu coração. Eles estão mais para uma companhia aleatória que você encontra em uma festa e se despede sem ao menos trocar o telefone. É esse descompromisso com a profundidade e a celebração da galhofa que fazem a produção tão especial.

Ácida e despretensiosa, A Lenda de Vox Machina é uma comédia épica que aposta no básico para cativar novos fãs e homenagear quem acompanha há mais tempo o trabalho da Critical Role, que transformou um jogo de RPG entre amigos em uma franquia de histórias narradas que faz muito sucesso no mundo todo. Com bastante potencial para novas aventuras, mas sem medo de se perder em uma trama que não pode explorar, Vox Machina é uma grande candidata a se tornar um título descompromissado e divertido no cardápio do Prime Video.

Nota do Crítico
Bom
A Lenda de Vox Machina
Em andamento (2022- )
A Lenda de Vox Machina
Em andamento (2022- )

Criado por: Critical Role

Duração: 1 temporada

Onde assistir:
Oferecido por

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.