Chris Noth, de Sex and the City, é acusado de abuso por duas mulheres

Créditos da imagem: O ator Chris Noth (Reprodução)

Séries e TV

Notícia

Chris Noth, de Sex and the City, é acusado de abuso por duas mulheres

Incidentes teriam ocorrido em 2004 e 2015, respectivamente

Caio Coletti
16.12.2021
13h49
Atualizada em
17.12.2021
09h07
Atualizada em 17.12.2021 às 09h07

O ator Chris Noth, que recentemente reprisou o papel de Mr. Big em And Just Like Thatreboot de Sex and the Cityfoi acusado de abuso sexual por duas mulheres. O caso foi relatado pelas denunciantes ao The Hollywood Reporter

O veículo notou que os supostos incidentes aconteceram em um período de uma década (em 2004 e 2015, respectivamente), que as duas mulheres procuraram o veículo separadamente (uma em agosto deste ano, e outra em outubro), e que elas não se conheciam antes de fazer a denúncia.

As duas mulheres usam pseudônimos na matéria do THR, a fim de proteger suas identidades. A primeira, chamada de Zoe, tinha 22 anos em 2004, quando conheceu Noth, então com 49, em uma firma de advocacia utilizada por vários figurões da indústria do entretenimento.

Ela relata que, após flertar com ela em várias visitas à firma, Noth conseguiu o seu número de celular com um colega e passou a mandar mensagens convidando-a para visitá-lo na piscina de seu apartamento em East Hollywood. Como Zoe tinha uma amiga de faculdade que morava no mesmo prédio, acabou aceitando o convite.

A denunciante diz que conversou com Noth por um tempo na piscina, ao lado da amiga, e que o ator deixou com ela um livro que, segundo ele, estava pensando em adaptar para o cinema. Quando ela foi até o apartamento de Noth para devolver o livro, horas depois, o ator a puxou para dentro e a beijou.

Zoe admite que beijou Noth de volta por alguns segundos, mas logo depois o afastou e tentou rejeitá-lo educadamente, dizendo que precisava voltar para o apartamento da amiga. O ator, no entanto, a puxou de volta para dentro e a jogou na cama, tirando forçosamente o seu shorts e o seu biquíni e estuprando-a por trás, diante de um espelho.

"Estava doendo muito, e eu gritei: 'Pare!'. Ele simplesmente não parou. Depois de um tempo, eu disse: 'Você pode pelo menos pegar uma camisinha?'. Ele riu da minha cara", conta ela. "Quando terminou, eu percebi que tinha sangue na minha camiseta. Saí de lá na mesma hora".

A amiga de Zoe, sua ex-chefe na firma de advocacia e a dra. Julie Banks, do UCLA Rape Treatment Center, onde a denunciante procurou tratamento anos depois, corroboraram a história.

A segunda denunciante é chamada de Lily na matéria do THR, e diz ter conhecido Noth enquanto trabalhava como garçonete na área VIP boate No.8, em Nova York. O ano era 2015, Lily tinha 25 anos, e o ator tinha 60 - além de estar casado e ter um filho.

Assim como no caso anterior, Noth começou a flertar com a denunciante e acabou chamando-a para um jantar. Lily admite que, hoje, "sente vergonha" de ter aceitado o convite mesmo sabendo do estado civil do ator. Depois do encontro, onde nada aconteceu, Noth a convenceu a ir até o apartamento dele.

"Ele tentou me beijar, e eu cuidadosamente me afastei. Ele era muito mais velho, e parecia muito mais velho. Ele continuou tentanto e tentando, e eu sei que deveria ter dito 'não' mais firmemente, mas logo depois ele se levantou e abaixou as calças, se expondo para mim e colocando o pênis no meu rosto", conta ela.

Quando Lily citou a esposa do ator, ele teria respondido que "o seu casamento era uma farsa". "Ele me forçou a ficar de costas para ele e me violou por trás. Estávamos de frente para um espelho, e eu estava chorando enquanto acontecia. Quando acabou, fui ao banheiro e coloquei minha saia, estava me sentindo terrível. Violada", comenta.

Alex, uma amiga de Lily, corroborou a história para o THR, dizendo que recebeu uma ligação da amiga naquela noite e chegou a insistir para que ela denunciasse Noth à polícia. Lily, no entanto, pensou que seria desacreditada, e que a fama de Noth impediria que ele sofresse as consequências.

Ambas as denunciantes citam todo o marketing em torno da volta de Noth para o papel de Mr. Big como um gatilho para a denúncia. "Isso disparou alguma coisa em mim. Por tantos anos eu simplesmente enterrei meus sentimentos. É hora de tentar expô-lo por quem ele é", diz Zoe.

Em resposta ao THR, Noth enviou uma nota rechaçando as acusações como "categoricamente falsas". "Não me importa se essas denúncias datam de 30 anos atrás ou 30 dias atrás, 'não' sempre significa 'não'. Essa é uma linha que eu nunca cruzei. Meus encontros sexuais sempre foram consensuais. É difícil não questionar o timing dessas acusações. Não sei porque elas estão vindo à tona agora, mas sei de uma coisa: eu não assediei essas mulheres".

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.