Séries e TV

Artigo

Captain Tsubasa | R​eboot de Supercampeões vai além da nostalgia

Nova versão estreou em abril no Japão

Gabriel Avila
24.04.2018, às 17:21
Atualizada em 02.05.2018, às 07:05
Atualizada em 02.05.2018, às 07:05

Supercampeões (Captain Tsubasa) é um anime de futebol que marcou época. Transmitido em canais abertos no Brasil (na extinta Rede Manchete e depois na RedeTV!), a produção une o esporte que é paixão nacional ao estilo de animação favorito do público brasileiro. A saga nasceu no mangá escrito e ilustrado por Yoichi Takahashi e é dividida em quatro partes na TV, além de contar com filmes e especiais. Agora, o anime ganha um reboot que é destaque entre as estreias de abril no Japão - veja mais.

Assim como a séries anteriores, a nova versão estreia em ano de Copa do Mundo, aproveitando o aumento no interesse pelo esporte. A história gira em torno de Oliver Tsubasa, um apaixonado por futebol que é descoberto por Roberto Hongo, um ex-jogador brasileiro, que passa a treinar o garoto para que chegue à seleção japonesa.

O novo anime, porém, não se apóia apenas em nostalgia, e trilha um caminho diferente das versões anteriores. Já no primeiro episódio a série expande a trama, apresentando Oliver ainda bebê, e desenvolve seu núcleo familiar, pouco citado anteriormente. O enredo acompanha o garoto desde a chegada à cidade de Nankatsu, onde inicia sua carreira ao treinar futebol na escola.

Apesar de começar a jornada de Tsubasa por uma perspectiva nova, personagens clássicos e acontecimentos chave se mantém os mesmos. Assim que chega na cidade, Oliver conhece Ishizaki, um estudante da escola Nankatsu, cujo time de futebol perdeu o domínio de seu campo ao serem derrotados pela equipe do colégio Shutetsu, que tem como sua grande estrela o goleiro e capitão Wakabayashi. O único jeito de recuperar o campo para o time de Nankatsu é através de um desafio ao goleiro.

Outro destaque positivo é a qualidade da animação. Os momentos de ação não se apóiam mais em câmeras lentas para criar tensão, apostando em velocidade para deixar as cenas dinâmicas. Uma das sequências mais divertidas do primeiro episódio é concentrada em Oliver caminhando pela cidade nova enquanto brinca com sua bola. Desperta atenção, além da agilidade do garoto, sua interação com cenários e outros personagens.

As criativas acrobacias e os exageros também estão de volta. Enquanto opta por um ritmo ágil, a série trás os absurdos que são marcas registradas da franquia. Na demonstração de agilidade de Wakabayashi, o goleiro consegue impedir que entrem em seu gol bolas de tênis, golfe e até mesmo de um dardo. Além da extrema perícia dos atletas, os lances acrobáticos também estão de volta, afinal não seria Supercampeões sem jogadas mirabolantes.

Captain Tsubasa revisita um clássico, que agrada aos fãs trazendo de volta jogadas surreais e personagens queridos, enquanto atrai novos expandindo a história já contada. A produção tem 52 episódios confirmados, mas sem tem previsão de chegar ao Brasil.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.